nsc
    dc

    Mudança

    Chapecoense demite Nivaldo, ex-goleiro e ídolo do clube 

    Ele estava no clube desde 2006 e virou dirigente após acidente aéreo na Colômbia

    08/05/2019 - 11h20 - Atualizada em: 08/05/2019 - 16h28

    Compartilhe

    Darci
    Por Darci Debona
    Nivaldo fez 298 jogos pela Chapecoense
    Nivaldo virou ídolo no clube após levar time da Série D para a Série A
    (Foto: )

    A Chapecoense anunciou no final da manhã desta quarta-feira a demissão de Nivaldo, 45 ano. Ex-goleiro do clube, desde 2017 exercia cargo remunerado na diretoria, primeiro como gerente de futebol e depois como coordenador técnico do Departamento de Futebol.

    Nivaldo chegou no clube em 2006, ano em que já foi campeão da Taça SC. Em 2007 foi um dos destaques do time que conquistou o terceiro título estadual para o clube. Em 2009 ajudou o time a subir da Série D até a Série A. Aliás, ele e Nenén são os únicos jogadores que subiram da quarta para a primeira divisão por um mesmo clube.

    Estava prevista sua ida para a final da Sul-Americana de 2016, mas, como o voo sairia direto de São Paulo, onde o time fez o último jogo antes do acidente aéreo na Colômbia, diante do Palmeiras, Nivaldo foi cortado da lista pois foram levados só dois goleiros: Danilo e o sobrevivente Jakson Follmann.

    Após o acidente, o então presidente interino Ivan Tozzo disse que Nivaldo iria se aposentar com 298 jogos pelo clube e trabalhar no departamento de futebol. A intenção era tentar repetir uma fórmula que tinha dado certo anteriormente, quando Cadu Gaúcho, outra das 71 vítimas do acidente, deixou os gramados para trabalhar no futebol.

    Nivaldo passou a atuar junto com os diretores Rui Costa e João Carlos Maringá. Depois passou para coordenador técnico. A Chapecoense divulgou nota agradecendo ao goleiro pelo que fez pelo clube em 10 anos como jogador e três como dirigente. Confira:

    " Associação Chapecoense de Futebol vem a público a fim de informar o desligamento do colaborador José Nivaldo Martins Constante — o Nivaldo. No clube desde 2006, Nivaldo foi exemplo de entrega, dedicação e amor à camisa, sempre honrando com os seus compromissos dentro e fora de campo. Pelos anos de trabalho e por todos os préstimos à instituição e a todos os chapecoenses, o clube externa a sua sincera gratidão e o desejo de muito sucesso nas novas trajetórias".

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas