nsc
dc

Série A

Chapecoense estreia técnico contra o Inter e tenta dobrar pontuação no returno 

Verdão do Oeste joga no Beira-Rio às 11h de domingo pelo Brasileirão 2019

21/09/2019 - 18h15

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Chapecoense enfrenta o Inter no Beira-Rio, pelo Brasileirão 2019
Chapecoense enfrenta o Inter no Beira-Rio, pelo Brasileirão 2019
(Foto: )

Com um novo comandante, Marquinhos Santos, a Chapecoense encara o Inter neste domingo, às 11h, em Porto Alegre. Logo na estreia o treinador enfrenta o vice-campeão da Copa do Brasil querendo se recuperar da perda do título para o Athletico-PR. Além disso o técnico que veio do Juventude precisa fazer o dobro de pontos do que a Chape fez no turno do Brasileirão 2019.

Nos primeiros 19 jogos foram apenas 14 pontos, o pior desempenho desde que subiu para a Série A, em 2014, quando fez 20 pontos no turno. Agora precisa pelo menos 29 pontos para chegar aos 43 (que representa 13,7% de probabilidade de descenso neste momento) e ainda torcer que o ponto de corte seja menor do que no ano passado.

Em 2018 o Sport caiu com 42 e o Vasco escapou com 43. Nos últimos cinco anos só em 2014 o Palmeiras escapou com 40. Nos outros anos 42 seriam insuficientes. Em 2015, por exemplo, o Avaí caiu com 42 e o Figueirense escapou com 43.

Os confrontos entre Inter e Chapecoense, que na Arena Condá são amplamente favoráveis ao time catarinense, são favoráveis aos gaúchos nos jogos no Rio Grande do Sul. O Inter nunca perdeu tendo o mando de campo ante a Chape. Foram só dois empates e nos demais jogos vitórias dos colorados. No ano passado o triunfo dos mandantes foi por 3 a 0.

Em 2019 a Chapecoense estreou vencendo o Inter por 2 a 0 mas o time de Odair Hellmann estava sem os titulares, poupados depois de um jogo da Libertadores. O técnico da Chapecoense, Marquinhos Santos, disse que é muito importante segurar a investida do Inter nos 15 a 20 minutos iniciais. Ele acredita que, se isto ocorrer, a torcida pode começar a pressionar o time da casa.

Escalação da Chapecoense

O novo treinador fez algumas mudanças em relação ao que vinha atuando com Emerson Cris. Uma delas é na zaga. Sai Maurício Ramos, que vinha sendo titular, e volta Gum de suspensão, mantendo Rafael Pereira. Outro que volta de suspensão é Márcio Araújo. Ele entra no lugar de Amaral. Elicarlos continua no time. Camilo volta depois de período machucado no lugar de Campanharo, que teve lesão muscular.

No ataque retorna Arthur Gomes, no lugar de Aylon. Mas a grande mudança é a entrada de Renato no lugar de Augusto. O último jogo dele foi no dia 12 de maio, na derrota por 2 a 1 para o Flamengo. Depois disso ele ficou um tempo fora por lesão e depois por opção do técnico. Agora ganha uma nova chance contra o Internacional

- Gosto de um meio recheado, compacto, com posse de bola mas também agressivo. Não dá para empatar os 19 jogos. Temos que buscar a vitória seja dentro ou fora de casa – disse o treinador.

Ney Franco e Emerson Cris não resolveram. Agora resta saber se Marquinhos Santos conseguirá a primeira vitória da Chapecoense no Beira-Rio e salvar o time do rebaixamento.

FICHA TÉCNICA - Inter x Chapecoense

INTERNACIONAL

Marcelo Lomba; Bruno, Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson e Patrick; Nico López, Welington Silva e Guerrero. Técnico: Odair Hellmann.

CHAPECOENSE

Tiepo; Eduardo, Gum, Rafael Pereira e Bruno Pacheco; Elicardos, Márcio Araújo e Camilo; Renato, Arthur Gomes e Everaldo. Técnico: Marquinhos Santos.

ARBITRAGEM: Diego Pombo Lopez, auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Jucimar dos Santos Dias (trio da BA). No VAR, Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP).

DATA E HORA: às 11h de domingo.

LOCAL: Beira-Rio, em Porto Alegre.

Mais notícias da Chapecoense no NSC Total.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

Colunistas