nsc
dc

Brasileirão

Chapecoense tenta deixar o Z-4 em confronto diante do Palmeiras

Duelos têm sido marcantes desde 2013, e time espera que retrospecto pese a favor novamente

02/09/2018 - 02h51

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

Desde a Série B de 2013, o Palmeiras tem feito parte dos momentos marcantes da história da Chapecoense. E neste domingo, a partir das 19h, na Arena Condá, não vai ser diferente pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto o Verdão paulista luta para permanecer no G-4, o catarinense quer a vitória para sair do Z-4.

Nos confrontos em Chapecó, o retrospecto é amplamente favorável ao time da casa. Em cinco jogos, foram quatro vitórias e um empate. No total, são cinco triunfos da Chape, três empates e três derrotas.

A história dos confrontos começou com o 0 a 0, em São Paulo, pela Série B. No último jogo pela competição, vitória da Chapecoense, vice-campeã, por 1 a 0, diante do Palmeiras campeão.

No ano seguinte, a primeira vitória da Chapecoense na Série A foi justamente sobre o time paulista do zagueiro Lúcio, na sétima rodada, por 2 a 0. Iniciava, então, a reação que tirou a equipe da zona de rebaixamento.

Em 2015, o primeiro triunfo do técnico Guto Ferreira no comando da Chape foi contra o Palmeiras, por 5 a 1, na Arena Condá. O treinador, que novamente está no clube catarinense, lembrou recentemente daquele resultado como o início da reação no Brasileiro e de uma série de conquistas que viriam no ano seguinte.

Em 2016, o título do Palmeiras foi confirmado justamente na vitória por 1 a 0 diante da Chapecoense, com gol de Fabiano, que começou a carreira profissional em Chapecó. Foi o último jogo daquele time antes da viagem trágica para a Colômbia.

No ano seguinte, o Verdão paulista demonstrou generosidade e solidariedade ao emprestar três jogadores – João Pedro, Amaral e Nathan – para a remontagem do clube catarinense. Também foi contra o Palmeiras o primeiro amistoso da retomada, na Arena Condá.

Em 2017, a Chapecoense venceu os dois confrontos e, nesta temporada, empate sem gols em São Paulo.

Agora, novamente, um jogo decisivo em que o time paulista acumula uma série de seis jogos sem tomar gol no Brasileirão. Já a Chapecoense vem de derrota, por 3 a 1, para o Vasco e de uma semana turbulenta, em que o atacante Wellington Paulista foi afastado do grupo.

O atacante Leandro Pereira, que no final 2014 foi vendido da Chapecoense para o Palmeiras e que agora novamente defende o Verdão catarinense, disse que neste momento de dificuldade é necessária a força das arquibancadas.

– Espero que o torcedor nos apoie, compareça ao estádio, como vem sendo. O torcedor em Chapecó é muita emoção e nós sabemos disso. Esperamos que a torcida esteja presente e seja o 12º jogador – afirmou Leandro Pereira.

FICHA TÉCNICA - CHAPECOENSE X PALMEIRAS

CHAPECOENSE

Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Nery Bareiro e Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo, Canteros e Yann Rolim; Bruno Silva e Leandro Pereira. Técnico: Guto Ferreira.

PALMEIRAS

Weverton; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Dudu, Willian e Boja. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

ARBITRAGEM: Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Sidmar do Santos Meurer (trio de MG).

DATA E HORA: domingo, às 19h.

LOCAL: Arena Condá, em Chapecó.

Leia mais notícias sobre a Chapecoense

Colunistas