nsc
dc

Polícia

Chefe de jovem que pediu socorro em guardanapo pode responder por assédio sexual

Inquérito que apura denúncia da funcionária ainda está em andamento

02/06/2021 - 13h01

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Pedido de socorro foi enviado no lanche entregue via delivery para clientes
Pedido de socorro foi enviado no lanche entregue via delivery para clientes
(Foto: )

A Polícia Civil informou que o chefe da jovem que pediu socorro no guardanapo de um lanche poderá ser indiciado por assédio sexual e oferecimento de droga sem objetivo de lucro. O inquérito policial que apura o caso está em andamento.

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Na noite de sexta-feira (28), um casal percebeu no guardanapo o pedido de socorro junto com a comida por delivery e procurou a Guarda Municipal de Chapecó (GMC).

"Por favor, chame a polícia nesse endereço. Meu chefe está me assediando e está tentando me drogar. Sou cozinheira. Por favor, não é brincadeira", escreveu a jovem no bilhete.

Os agentes foram até o estabelecimento na madrugada de sábado (29) e encontraram a funcionária e o suspeito, um homem de 48 anos, trabalhando.

No local, a jovem disse aos guardas que o chefe havia tentado agarrá-la durante o trabalho. De acordo o relato da funcionária, o homem ofereceu R$ 150 para que os dois mantivessem relações sexuais. Ele, segundo a funcionária, também lhe propôs beber vinho misturado com cocaína.

Segundo a Polícia Civil, a jovem tem 18 anos e os fatos investigados teriam ocorrido na quarta-feira (26) e quinta-feira (27). Inicialmente, a Guarda Municipal, que atendeu a ocorrência, informou que a funcionária tinha 19 anos.

A Polícia Civil não deu detalhes do caso, mas informou que todos os envolvidos já foram ouvidos.

"As investigações prosseguirão em inquérito policial instaurado no intuito de obter outros elementos que possam ajudar no total esclarecimento do ocorrido. A Polícia Civil não mais se manifestará até a conclusão dos procedimentos, visando a resguardar o sigilo das investigações e completa elucidação dos fatos", disse a instituição em nota.

*Com informações do G1SC

Leia mais: 

Homem estrangulou esposa antes de ser atropelado em Santo Amaro da Imperatriz

Criança é encontrada após passar a noite perdida em mata no Planalto Norte de SC

Piloto de Joinville é encontrado morto em rio em Roraima; polícia investiga

Adolescente que se passou por médica em Florianópolis tirava fotos dos procedimentos do hospital

Colunistas