nsc
dc

Meteorologia

Cidades atingidas pelo vento e pelo granizo na Serra de SC calculam os prejuízos

Bom Jardim da Serra, Cerro Negro, São Cristóvão do Sul e São José do Cerrito decretaram situação de emergência

06/12/2013 - 09h44 - Atualizada em: 06/12/2013 - 14h59

Compartilhe

Por Redação NSC
Em Bom Jardim da Serra, algumas casas precisarão ser reconstruídas, e a meteorologia suspeita de um tornado
Em Bom Jardim da Serra, algumas casas precisarão ser reconstruídas, e a meteorologia suspeita de um tornado
(Foto: )

As cidades atingidas pelo granizo e pelo vento na quinta-feira, na Serra Catarinense, calculam os prejuízos e já iniciaram a reconstrução do que foi destruído. Quatro prefeituras da região decretaram situação de emergência.

O caso mais grave é o de Cerro Negro, município de 3,5 mil habitantes e distante 75 quilômetros de Lages. De um total de 1,3 mil famílias, 350 tiveram problemas nas coberturas de suas casas. Dois mil hectares (20 milhões de metros quadrados) de plantações de milho, soja, feijão e frutas foram destruídos.

Telhas e cestas básicas fornecidas pela Defesa Civil estadual chegam a Cerro Negro na tarde desta sexta-feira. A prefeita Sirlei Kley Varela estima os prejuízos em R$ 10 milhões.

Em Bom Jardim da Serra, de 4,5 mil habitantes e a 120 quilômetros de Lages, o número de famílias afetadas chegou a 80. Algumas delas precisaram deixar suas casas, que tiveram a estrutura comprometida e precisarão ser reconstruídas. Os meteorologistas analisam a suspeita de que um tornado tenha atingido o município.

Em São José do Cerrito, de nove mil moradores e a 40 quilômetros de Lages, 200 famílias foram atingidas. Já em São Cristóvão do Sul, cidade de 5,2 mil habitantes e a 70 quilômetros de Lages, 50 residências tiveram algum tipo de problema.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas