nsc
an

Portal Jaraguá

Cinthia Raasch: Malwee, de Jaraguá do Sul, apresenta proposta de redução de jornada e salários

Sugestão é reduzir 4,77% dos pagamentos, com duas sextas-feiras de folga por mês

23/06/2016 - 04h03

Compartilhe

Por Redação NSC

A Malwee apresentou aos funcionários proposta de redução de jornadas e salários. A sugestão é reduzir 4,77% dos pagamentos, com duas sextas-feiras de folga por mês, o que representaria 8% a menos nas jornadas. A votação secreta entre os funcionários será na semana que vem. Se aprovada, a medida valerá para os meses de julho a setembro, podendo ser prorrogada por mais três meses. Nesta semana, a empresa demitiu aproximadamente 250 trabalhadores. Com isso, desde o início do ano, o Grupo Malwee já dispensou cerca de 700 funcionários. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias do Vestuário (STIV), Gildo Alves, demonstra preocupação com os empregos da categoria, já que outras empresas também já procuraram o sindicato para negociar redução de jornadas e salários.

Adequação ao cenário nacional

O Grupo Malwee justifica as medidas tendo em vista o ambiente econômico nacional de fraca atividade (indústria, varejo e consumo) e a perda de poder aquisitivo dos brasileiros. A empresa afirma que acredita na retomada do mercado de moda no médio prazo, por isso apresentou a proposta de redução de jornadas para superar o período de instabilidade.

Banana mais doce

A Associação dos Bananicultores de Corupá (Asbanco) solicitou ao secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, Moacir Sopelsa, uma declaração para reconhecer a região de Corupá - incluindo também Schroeder, São Bento do Sul e Jaraguá do Sul - como produtora de banana. Quando o documento estiver pronto, será anexado ao dossiê que pretende trazer para o Vale o registro de produtor da banana mais doce do País. É o Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) que pode emitir esse selo. O dossiê já inclui levantamento histórico da bananicultura na região, as características de clima e relevo das cidades e dados sobre a qualidade da fruta. Eliane Müller, diretora da Asbanco, explica que a banana de Corupá e das cidades no entorno é mais doce porque é produzida em clima subtropical. Assim, são necessários até 13 meses para a colheita.

Na TV

O governo do Estado está com campanha nos veículos de comunicação anunciando as obras na região Norte. Entre os investimentos está a ponte Mário Rau, inaugurada em março, entre os bairros Amizade e Rau, em Jaraguá. Em Massaranduba, os recursos do Estado foram aplicados no prédio que vai abrigar a Secretaria de Saúde e uma unidade básica. Os trabalhos ainda precisam ser finalizados. Já a obra de Guaramirim é o Centro de Educação Profissional (Cedup), que começou em 2010. A construção está pronta. Agora, o que falta é receber os móveis. O Estado está há aproximadamente três meses esperando por retorno do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) sobre o mobiliário.

Leia as últimas notícias de Jaraguá do Sul e região.

Confira outras colunas de Cinthia Raasch.

Boteco do Bixiga

Para quem já não aguentava mais de ansiedade: o Boteco do Bixiga será inaugurado na próxima terça-feira, dia 28, às 17 horas. A casa vai ter a feijoada como carro-chefe, mas também vai servir comidinhas de boteco ao estilo do tradicional bairro paulistano, com petiscos como pastel de feira, torresmo, asinhas de frango, iscas de carne, pão com linguiça e dobradinha.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas