nsc

publicidade

Livre Mercado

Claudio Loetz: aumenta a pressão contra os bombeiros militares

Lideranças de associações empresariais vão se reunir com o governador Raimundo Colombo para discutir o assunto na próxima segunda-feira, na Capital

08/04/2016 - 04h08

Compartilhe

Por Redação NSC

Em agenda da Federação das Associações Empresariais de SC (Facisc), lideranças de associações empresariais - inclusive de Joinville, Jaraguá do Sul e Araquari - vão se reunir com o governador Raimundo Colombo, na próxima segunda-feira, na Capital.

Em pauta, a longa e contínua batalha de mais de sete anos para que o Estado desloque os bombeiros militares para cidades onde não há corporação de bombeiros voluntários.

A luta para garantir a exclusividade do grupo voluntário nas ações de fiscalização em empresas e empreendimentos é liderada por Moacir Thomazi, presidente da Associação Catarinense de Bombeiros Voluntários.

Nesta semana, a Secretaria de Segurança Pública do Estado chegou a propor que as receitas das fiscalizações realizadas pelos militares sejam destinadas às corporações voluntárias de cada cidade. Uma forma engenhosa de tentar bloquear a pressão. Sem efeito, é claro.

- A objeção foi imediata. O problema não é esse. O que se quer é que eles, os militares, saiam - diz Thomazi.

Confira mais notícias de Joinville e região

Confira outras notícias de Claudio Loetz

Warm Up

O 2º Warm Up de Inovação de Joinville será realizado no dia 14 de abril, no Teatro Juarez Machado, a partir das 19 horas. A organização é do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (Comciti). A previsão é de que 400 pessoas participem do evento. Um dos palestrantes será Marcus Mueller, responsável pela unidade de venture accelerator da Cventures, tendo sob gestão e acompanhamento mais de dez empresas. No encontro, vai abordar o Programa Darwin Starter.

Procuram

Diferentes investidores se cadastraram em assessoria que faz intermediação de negócios empresariais. Estão interessados em comprar empresas sediadas em Joinville. Miram escritório de contabilidade, empresa de comunicação visual e construtora que tenha produto inovador ou diferenciado.

Haverá eleições

O empresário joinvilense Ari Rabaiolli, ex-presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga e Operações Logísticas de Joinville (Setracajo) inscreveu chapa para disputar a presidência da Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística de Santa Catarina (Fetrancesc). Em assembleia realizada na quarta-feira, Rabaiolli liderou movimento vencedor, que impediu a prorrogação de mandato da atual diretoria da entidade por mais dois anos. No dia 5, a Justiça tinha dado liminar proibindo a assembleia.

Por um voto

Mesmo assim, na assembleia, a disputa pelos 13 votos mostrou a enorme divisão de interesses. O resultado apontou seis contra a proposta continuísta e cinco a favor. Houve uma abstenção e um delegado não compareceu. Além de Joinville, os sindicatos de Criciúma, Florianópolis, Lages, Tubarão e Videira garantiram a realização de eleição regular, oficialmente marcada para o 28 de abril. O prazo para apresentação de chapa termina hoje, às 18 horas.

Obras concluídas

A Infraero concluiu as obras de grooving na pista do Aeroporto de Joinville. Com investimentos de R$ 1,63 milhão, os serviços foram iniciados em janeiro. Os trabalhos contemplaram pequenos cortes transversais ao longo de toda a extensão da pista. O grooving amplia o coeficiente de atrito entre a pista e os pneus da aeronave e, em dias de chuva, aumenta o escoamento da água, garantindo também a segurança nas operações em condições climáticas adversas.

O prazo estipulado para a finalização da obra era de 90 dias. Ficou pronta em 61 dias. O terminal de passageiros tem 4 mil m² e capacidade para receber 800 mil passageiros ao ano. No ano passado, foram registrados 519.062 usuários, entre operações de embarques e desembarques.

Pavimentação

Na posse da diretoria da Associação Empresarial de Joinville (Acij), no ano passado, o governador Raimundo Colombo assinou protocolo de intenções com a empresa Krona para a pavimentação da Estrada dos Suíços. A obra está com 42% de execução feita e a promessa é ficar pronta em junho. O investimento de R$ 2,6 milhões, do Estado, vai possibilitar que a unidade fabril amplie a área industrial no bairro Vila Nova. A secretária regional da ADR, Simone Schramm, fez vistoria às obras com a equipe do Deinfra.

Deixe seu comentário:

publicidade