nsc
dc

Saúde privada

Clientes reclamam do fechamento de unidades da Unimed na Grande Florianópolis

Pronto-atendimento será encerrado na Trindade e no Kobrasol

03/02/2016 - 16h21 - Atualizada em: 21/06/2019 - 23h19

Compartilhe

Por Redação NSC

Unimed da Grande Florianópolis fecha Pronto Atendimento

Unimed esclarece como fica o atendimento com fechamento de unidades

No fim da tarde desta quarta-feira, clientes que deixavam o pronto-atendimento da Trindade reclamavam da decisão de empresa. Moradora do bairro vizinho Santa Mônica, a funcionária pública Kátia Queiroz Bessa, de 52 anos, lembrava o problema da mobilidade. Agora, clientes das regiões Leste, Norte e Sul da Ilha precisarão se deslocar até o centro para conseguir pronto atendimento adulto. No caso das crianças, o atendimento ocorrerá no Hospital da Unimed, em São José, ainda mais distante.

— A gente já tem dificuldade de (conseguir) um atendimento bom na Unimed. Se acabar com o pronto-atendimento (na Trindade), não sei o que vai ser dos usuários — diz Kátia.

Pronto atendimento da Trindade, em Florianópolis, fechará as portas até o fim do primeiro trimestre
Pronto atendimento da Trindade, em Florianópolis, fechará as portas até o fim do primeiro trimestre
(Foto: )

Moacir Pereira: Unimed fecha unidades de pronto atendimento

Ainda segundo a funcionária pública, a crise econômica não pode ser usada como justificativa para o fechamento de unidades, já que clientes como ela continuam a pagar a mensalidade em dia.

— Com toda a crise, nós pagamos. Todo mês é descontado. Por que agora não vamos mais ter esse atendimento? — questiona.

Para o empresário Clomir Bedin (foto abaixo), cliente da Unimed há 19 anos, qualquer diminuição de prestação de serviços na área da saúde deve ser lamentada, independente se ocorrer na esfera pública ou privada. Ele também lembra o problema de mobilidade, que prejudica especialmente as classes mais baixas.

Empresário Clomir Bedin lamenta decisão da empresa de encerrar as atividades na Trindade
Empresário Clomir Bedin lamenta decisão da empresa de encerrar as atividades na Trindade
(Foto: )

— Prejudica a todos. Eu, felizmente, posso me deslocar para um posto mais distante. Mas lamento principalmente por aqueles que tem dificuldade de deslocamento dentro da cidade — afirma.

Expectativa entre funcionários

A reportagem do Diário Catarinense conversou com dois funcionários da unidade Trindade da Unimed que não quiseram revelar suas identidades. O primeiro deles afirmou que ainda não havia sido comunicado sobre a decisão de fechar o pronto-atendimento e não sabia se ocorreriam demissões. Já o segundo, que trabalha na área de imagens, disse ter sido comunicado e que a empresa realocaria a equipe do setor para outro posto. Ele admitiu, no entanto, que são esperadas demissões em outras áreas.

Posicionamento da Unimed

Questionada a respeito de possíveis demissões, a empresa respondeu que "os detalhes sobre o remanejamento dos serviços estão sendo pensados com cuidado e eventuais necessidades de alteração dependem do andamento das ações e levarão em consideração a continuidade e otimização da qualidade de atendimento aos clientes".

A empresa afirmou ainda que a mudança do pronto-atendimento da Trindade para o Centro de Florianópolis considerou a mobilidade entre seus pontos-chave. "O fluxo de clientes por região foi avaliado e a opção pelo Centro leva em consideração a necessidade dos moradores dos bairros centrais, bem como os clientes que se deslocam do Norte e do Sul da Ilha. A premissa foi a manutenção de um Pronto Atendimento Adulto na Ilha face à grande demanda", diz o texto enviado pela Unimed.

O plano de saúde também se posicionou mediante as recentes críticas de usuários. "A Unimed entende que toda mudança inicialmente pode gerar apreensão. Porém, a Unimed vem divulgando com antecedência e detalhadamente todas as ações que serão implantadas, de maneira a garantir tranquilidade e segurança aos clientes. Acredita-se que especificamente em relação aos Pronto Atendimentos a repercussão negativa se deu em razão de ter havido o entendimento de que haveria encerramento desses serviços, o que não acontecerá. As unidades de Pronto Atendimento serão remanejadas entre as estruturas da Unimed em Florianópolis e São José",

Colunistas