nsc
santa

Cultura

Colmeia terá 140 atividades artísticas durante 26 horas em Blumenau neste fim de semana

Evento fomenta atrações multiculturais no Teatro Carlos Gomes

24/08/2018 - 05h08

Compartilhe

Por Redação NSC
Organizado pelos próprios artistas, o Colmeia ocorre desde 2012 em Blumenau
Organizado pelos próprios artistas, o Colmeia ocorre desde 2012 em Blumenau
(Foto: )

Quem estiver com disposição para curtir um fim de semana intenso e com atividades culturais gratuitas em Blumenau, a 7ª edição do Colmeia, que acontece entre sábado e domingo, é um prato cheio. O evento contará com 26 horas de atrações multiculturais e vai envolver mais de 300 pessoas, entre artistas e organizadores. O pano de fundo para este, que é o principal evento cultural independente, é nada menos que o Teatro Carlos Gomes.

O evento, organizado pelos próprios artistas, acontece desde 2012 e trabalha o fomento de diversos segmentos artísticos.

– O Colmeia é uma vitrine para os artistas que aparecem para o público, mas também serve como um laboratório de produção. O participante do evento, ao preparar a apresentação e auxiliar na logística, acaba abrindo portas, trocando de experiências e encontrando outros artistas para desenvolver seu trabalho – diz Ruan Rosa, um dos organizadores.

::: Leia mais notícias de Blumenau

Para promover o evento, os responsáveis trabalham por vários meses na produção, com inúmeras reuniões, mais as "polinizações" (eventos para disseminar a ideia do Colmeia e ocupar outros espaços da cidade). Neste ano, serão 140 atrações de artes visuais, cinema, dança, hip hop, literatura, música, mobilidade, oficinas e teatro durante os dois dias de evento. A novidade para esta edição é a criação do Grupo de Trabalho Música Eletrônica, que inspirou a criação do ARME (Artistas Relacionados à Música Eletrônica), coletivo voltado para difundir o gênero, com apresentações na sala 100 e na praça em frente ao teatro.

– O Colmeia representa novas possibilidades dentro do universo arte. A união de todos os segmentos e a quebra de paradigmas sobre a cultura posta e concebida pela sociedade da música eletrônica. Além de conectar novas pessoas e poder inseri-las no meio novo. Troca de ideias, amizades, relacionamentos, diversão e muito mais – comenta Carlos Eduardo Bucci, membro da organização. A abertura oficial começa com um cortejo, que terá concentração na Rua Marechal Floriano Peixoto (no trecho entre a Rua XV de Novembro e a Beira-Rio), rumo ao teatro.

SERVIÇO COLMEIA

Quando: Sábado e domingo, a partir das 10h

Onde: Teatro Carlos Gomes

Entrada gratuita

Detalhes da programação em facebook.com/coletivocolmeia

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Entretenimento

Colunistas