Em uma semana, o governador Raimundo Colombo (PSD) conseguiu ampliar de 21 para 27 pontos percentuais a vantagem que tinha sobre a soma de seus sete adversários na disputa pelo comando do Estado. Essa é a principal constatação da nova rodada da pesquisa Ibope, a quarta contratada pelo Grupo RBS após o registro das candidaturas.

Continua depois da publicidade

Colombo cresceu no limite da margem de erro de três pontos percentuais do levantamento, passando de 49% para 52% das intenções de voto dos catarinenses. O adversário mais próximo continua sendo Paulo Bauer (PSDB), que oscilou de 17% para 16%, assim como Claudio Vignatti (PT), que tinha 7% e agora aparece com 6%. Os demais candidatos somaram 3%.

>>> Leia também

::: Site especial do DC terá apuração em tempo real

::: Outras notícias das Eleições 2014

Continua depois da publicidade

O resultado significaria que Colombo atinge 67,6% dos votos válidos – excluídos brancos, nulos e indecisos. Para vencer em primeiro turno, um candidato precisa superar 50% dos válidos.

O Ibope fez uma simulação de segundo turno entre Colombo e Bauer. Nesse cenário, o governador seria reeleito com 57% contra 19% do tucano.

O governador alcança seus melhores resultados entre eleitores com renda entre dois e cinco salários mínimos (56%), os que estudaram até a quarta série (55%) e os que têm ensino superior (55%). Bauer chega a 29% entre eleitores de 35 a 44 anos.

O Ibope também constatou melhora na avaliação do governo Colombo, dentro da margem de erro. Os eleitores que consideravam a gestão ótima ou boa somavam 47% e agora são 49%, enquanto as avaliações ruim e péssimo resultavam em 15% e agora em 12%. A nota dada pelos catarinenses ao governador passou de 6,1 para 6,2.

Continua depois da publicidade

::: Confira os números

Destaques do NSC Total