publicidade

Esportes
Navegue por

Fácil, fácil

Com dois de Brenner, Inter goleia o Oeste e avança na Copa do Brasil

Com vitória por 4 a 1, time de Zago enfrentará na terceira fase o vencedor de Sampaio Corrêa e Guarani-CE

22/02/2017 - 20h34

Compartilhe

Por Redação NSC
(Foto: )

O Inter chega à terceira fase da Copa do Brasil com moral renovada. No Beira-Rio, o time gaúcho goleou o Oeste por 4 a 1 e avançou na competição nacional. Na próxima fase, enfrentará o vencedor de Sampaio Corrêa e Guarani-CE, que se enfrentam na semana que vem. Mas antes disso há dois novos compromissos: daqui a algumas horas visita o Criciúma pela Primeira Liga. No sábado, recebe o Brasil-Pel pelo Gauchão.

Antônio Carlos Zago surpreendeu: manteve Junio na lateral direita, lançou o zagueiro Léo Ortiz, devolveu Uendel aos titulares, como meia, e segurou Carlinhos no lado esquerdo. A equipe foi desenhada no 4-3-1-2, com Paulão na zaga, Dourado e Charles com Uendel na linha de três, D'Alessandro na criação, Brenner e Carlos como atacantes.

E a dupla funcionou antes do quinto minuto. Depois de levar um susto em jogada pela esquerda cortada para trás por Carlinhos, o lateral foi ao ataque e cruzou. Brenner ganhou do zagueiro, mas acertou o poste. Ele mesmo se antecipou a Carlos e fez seu quinto gol em 2017.

Leia mais:

Dois títulos estaduais, seis gols e R$ 500 mil mensais: a passagem de Anderson no Inter em números

Independiente aceita oferta, e Victor Cuesta é o novo zagueiro do Inter

Criciúma x Inter: tudo o que você precisa saber para acompanhar a partida

O jogo era relativamente perigoso, porque o Oeste incomodava em contra-ataques. Mas aos 14 minutos, o estreante Léo Ortiz brilhou. Foi dele um lançamento de 45 metros, na diagonal, da direita para a esquerda, que encontrou Carlos livre. O camisa 11 teve calma para driblar o adversário e deslocar o goleiro, 2 a 0. Enquanto isso, Antônio Carlos — e depois o resto do time — correu para abraçar e comemorar com sua aposta defensiva.

A vantagem deu tranquilidade ao Inter, que mandava no primeiro tempo. Marcando em cima, recuperou um passe errado na intermediária do Oeste e quase fez o terceiro em cruzamento de Charles salvo pela defesa a centímetros de Dourado.

O Oeste quase descontou em chute de Nathan que passou ao lado da trave. Em compensação, o Inter acertava tudo.

Aos 35, uma aula de ataque. Uendel começou a jogada fazendo um corta-luz que desmontou a defesa. Brenner devolveu ao lateral-meia que passou por dois, entregou de novo para Brenner pela esquerda. O centroavante teve calma, serviu Uendel que encontrou Charles na área pequena para aumentar o placar.

Charles deixou o dele mais uma vez
Charles deixou o dele mais uma vez
(Foto: )

No segundo tempo, D'Alessandro foi substituído por Seijas. O capitão, no primeiro tempo, recebeu atendimento na coxa, mas ficou até o intervalo. E já na saída de jogo, a defesa colorada vazou. Em jogada pela esquerda, Tiago Adam antecipou Paulão e cabeceou no ângulo de Danilo, descontando.

Como aconteceu em outras vezes, o gol apagou o Inter. Léo Ortiz salvou um gol certo ao tirar a bola de cima. Na sequência, Danilo fez grande defesa.

Mas quando o Oeste ensaiava a pressão, Carlinhos achou Carlos. O atacante chutou, o goleiro Rodolfo defendeu, deu rebote e, na volta, os dois se enroscaram e o árbitro marcou pênalti. Brenner repetiu a tranquilidade e a categoria das outras cobranças: 4 a 1.

Dali em diante, o jogo esfriou. Fabinho voltou a jogar, sua estreia em 2017, no lugar de Charles.

Então começou um movimento curioso nas arquibancadas. A cada vez que Paulão tocava na bola, parte da torcida vaiava. Em resposta, outros aplaudiam. O coro dividido marcou a metade final da partida.

*ZHESPORTES

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação