nsc
    dc

    Série B

    Com dois de Romulo, Avaí vence o Luverdense na estreia do técnico Claudinei Oliveira

    Gol da vitória azurra foi marcado aos 45 da segunda etapa

    30/08/2016 - 17h21 - Atualizada em: 30/08/2016 - 18h07

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    Na estreia do técnico Claudinei Oliveira a estrela da noite foi o atacante Romulo. O garoto de 21 anos marcou dois gols do Avaí, sendo o último aos 45 minutos do segundo tempo, e garantiu a vitória por 2 a 1 sobre o Luverdense. Claudinei é pé quente, o treinador nunca perdeu em estreias desde que passou a comandar times profissionais. Desde 2013, quando assumiu o Santos, são sete estreias com quatro vitórias e três empates.

    Leia outras notícias sobre o Avaí

    Acesse a tabela da Série B

    Romulo pode ter sido o nome do jogo, mas foi o capitão Marquinhos o grande jogador. Não tem como negar que ele foi o que melhor atuou em uma partida de muitos erros, principalmente defensivos.

    O camisa 10 voltou a ser titular no Leão depois de nove meses de ausência nos gramados por causa de uma lesão no joelho esquerdo. O Galego ainda não consegue jogar os 90 minutos, mas nos 70 que esteve em campo foi o principal atleta do time azurra. Foi ele que deixou Romulo na frente do goleiro adversário para abriu o placar aos 25 do primeiro tempo. E também foi M10 que cobrou falta perigosa, que explodiu no travessão, isso no início da segunda etapa.

    O Galego deixou o campo pouco depois do Avaí sofrer o empate, com Tozin, aos 21 minutos do segundo tempo, isso quando o Leão já tinha um jogador a mais, depois da expulsão de Raul Prata.

    De fora, Marquinhos viu Romulo marcar aos 45 minutos, um gol polêmico porque a bola bateu na mão do atacante. Mesmo com a vitória ficou evidente que o trabalho de Claudinei Olvieira será árduo. A equipe abusou de erros de passes, principalmente os laterais Capa e Alemão.

    A ineficiência no ataque é outro sério problema para o time catarinense. William mais uma vez passou em branco. São 16 jogos seguidos sem balançar a rede, um jejum que o empurrou para o banco de reservas. William só foi titular contra o Luverdense por que Lucas Coelho estava suspenso. Antes artilheiro impiedoso, o camisa 9 azurra ultimamente mostra dificuldades até para finalizar em gol. Em dois lances que ele teve a oportunidade de chutar, preferiu passar a bola, algo que antes era raro ver no atacante.

    No fim, a vitória dá tranquilidade para que Claudinei trabalhe e arrume os problemas do Avaí e o mais importante, ele pode contar com Marquinhos. 

    FICHA TÉCNCA

    AVAÍ (2)
    Renan; Alemão, Fábio Sanches, Betão, Capa; Luan (Romarinho), Renato, Marquinhos (Diego Jardel); Tatá, Romulo; William (João Filipe)

    Técnico: Claudinei Oliveira

    LUVERDENSE (1)
    Diogo Silva; Raul Prata, Everton, Luiz Otávio, Marlon; Jean Patrick (Douglas Baggio), Ricardo, Sérgio Mota; Diego Sodré (Leandro), Rafael Silva e Tozin (Alfredo)

    Técnico: Júnior Rocha

    Gols: Romulo (A), aos 25 minutos do 1º tempo. Tozin (L), aos 21, e Romulo (A), aos 45 minutos do 2º tempo
    Cartões amarelos: João Filipe e Tatá (A); Sérgio Mota (L)
    Cartão vermelho: Raul Prata (A)

    Arbitragem: Andre Luiz de Freitas Castro, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Marcio Soares Maciel (trio de GO)
    Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis

    Público: 2.217

    Renda: R$ 24.119,00

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas