O Parque Cambará, em Otacílio Costa, recebeu no último final de semana mais de 25 mil pessoas na 7ª Festa Nacional da Madeira. O evento comemorou os 42 anos do município e trouxe na programação shows musicais, rodeio de laço, encontro dos agricultores e pecuaristas, trilha da madeira, baile da melhor idade, cavalgada, missa crioula, costelaço em homenagem ao dia das mães, entre outras atrações.

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

A festa, organizada pela Prefeitura Municipal, teve como destaque os shows do conjunto “Os Serranos” e da dupla sertaneja Marcos e Belluti, que contagiou o público. Segundo o prefeito, Fabiano Baldessar de Souza, o objetivo da festa foi alcançado.

História do primeiro homem negro a receber o diploma do Ensino Médio em Lages é tema de livro

— Fica até difícil analisar o resultado da nossa Festa da Madeira, mas posso dizer que o objetivo foi alcançado em sua plenitude. Só temos a agradecer nossa equipe organizadora e todos que fizeram sua parte para que esse evento fosse um sucesso — ressaltou o prefeito.

Continua depois da publicidade

Para o vice-prefeito, Leonir Ribeiro Silva, a festa destacou não somente o lado artístico, mas também a cultura e gastronomia local.

— O rodeio de laço e o costelaço, por exemplo, foram algumas amostras da nossa cultura e da nossa gastronomia presentes na Festa Nacional da Madeira. Estamos imensamente felizes, pois observamos no parque a presença de pessoas de todas as idades, isso é uma prova de que a programação foi bem elaborada, bem planejada, e contou com a aprovação dos nossos otacilienses — comentou.

FOTOS: Por dentro da história da Sapecada da Canção Nativa, em Lages

O presidente da Comissão Organizadora, Fabrício Kaiser, ressaltou que a programação fez questão de valorizar os artistas locais.

— Nosso objetivo foi o de destacar e valorizar os talentos da Serra, dando visibilidade e gerando oportunidades para os nossos artistas — afirmou ele, referindo-se as apresentações de Edu e Nando, Chama Fandangueira, Clayton e Adriano, além da banda Onda Astral, que já realiza shows pelo estado inteiro e até fora de Santa Catarina.

Continua depois da publicidade

— Somos gratos ao público que veio de outros municípios e regiões para prestigiar a nossa Festa da Madeira, mas nosso carinho especial vai para cada otaciliense que esteve presente no parque durante os três dias do evento — concluiu Fabricio.

Quem era Aracy Paim, homem que sonhou com o sucesso da Festa Nacional do Pinhão

Conheça um pouco da história de Otacílio Costa

O município de Otacílio Costa festejou seus 42 anos neste dia 10 de maio, mas até chegar a esta data, tiveram muitos capítulos. A história inicia quando ela pertencia ao território de Lages. Seu primeiro nome foi Casa Branca, devido a existência de um botequim, de propriedade de Lauro Araújo, que era de madeira e pintado de branco.

Mais tarde passou a ser conhecido popularmente por Encruzilhada, denominação dada em função da estrada que ligava Otacílio Costa a Curitibanos, onde foi erguido um galpão para o pernoite e descanso dos tropeiros.

Após receber as denominações de Casa Branca e Encruzilhada, a vila passou a sediar o então distrito de Otacílio Costa, nome dado em homenagem a Otacílio Vieira da Costa, advogado, jornalista, escritor, político e fazendeiro com vasta extensão de terra naquela região. Em 10 de maio de 1982 foi criado o município de Otacílio Costa, com terras desmembradas do município de Lages.

Continua depois da publicidade

Veja fotos da Festa Nacional da Madeira

Leia mais

Festa do Pinhão: saiba tudo sobre uma das maiores festas gastronômicas do Brasil

Projeto “QueroManinha” incentiva a arte da dança em Lages

Destaques do NSC Total