nsc
nsc

Cultura

Começa nesta sexta-feira o primeiro festival do Japão em Santa Catarina

Evento Tanabata Matsuri segue até sábado e é organizado pela Associação Nipo-Catarinense, e a Associação Miyagui Kenjinkai do Brasil

02/07/2015 - 12h23

Compartilhe

Por Redação NSC
Festival já aconteceu em Porto Alegre (RS) e agora chega a Florianópolis (SC)
Festival já aconteceu em Porto Alegre (RS) e agora chega a Florianópolis (SC)
(Foto: )

Florianópolis recebe nesta sexta-feira, 3, o primeiro festival do Japão em Santa Catarina - Tanabata Matsuri. O evento tem por objetivo divulgar a cultura japonesa por meio de apresentações culturais e da gastronomia. Oficinas e demonstrações de diversas atividades - tradicionais e modernas - acontecerão até sábado, 4, no Museu Histórico de Santa Catarina.

Acompanhe as últimas notícias da Grande Florianópolis

As atividades têm início às 11h e vão até às 19h na sexta-feira. No sábado, o evento inicia às 9h e segue até às 17h. Taikô, cerimônia do chá, kenjutsu, aikidô, Orquestra Escola Córrego das Artes são algumas das atrações.

Crédito de imagem: Divulgação

Florianópolis e a Província de Miyagui

Em 1803, Florianópolis recebeu cinco japoneses navegantes, da província de Miyagui no Japão, que viajavam em um navio russo. Foram os primeiros japoneses que pisaram em território brasileiro.

A província de Miyagui e o Estado de Santa Catarina são muito semelhantes. Situados na costa marítima, possuem corrente fria, produzem ostra, alga marinha, ouriço do mar e vários outros frutos do mar.

A Associação Miyagui propõe a realização do festival, que simboliza o relacionamento histórico e a semelhança na geografia e na produção.

A lenda e a festa do Tanabata

Uma antiga lenda chinesa, com mais de quatro mil anos, introduzida há mais de 1.300 anos no Japão, é inspirada nas estrelas "Veja" e "Altair", conta a história de uma certa princesa "Orihime" e seu amado "Kengyu".

A princesa "Orihime" era uma excelente e dedicada tecelã que confeccionava a mais perfeita seda de que se tinha notícia. O Rei preocupado com a sua saúde, promoveu passeios pelo reino. Em uma destas ocasiões, "Orihime" conheceu o pastor de ovelhas "Kengyu" e os dois se apaixonaram.

A grande paixão entre a princesa tecelã e o pastor de ovelhas foi considerado um amor proibido e, por este motivo, foram transformados em estrelas e separados pela Via Láctea.

Comovido com o verdadeiro e puro amor do casal, o Senhor Celestial permite um único encontro anual entre os dois, no mês de Julho.

No início do século XVII, o fundador "Majestade Masamune Date", incentivou o "Tanabata Matsuri", transformando-se em uma grande festa da cidade de Sendai, Capital de Miyagui. Esta festa é considerada uma das maiores e mais belas manifestações do folclore japonês, e também tem sido comemorada em São Paulo, desde 1979.

Em alusão a lenda do "Tanabata" a Associação Miyagui Kenjinkai do Brasil promove o Festival das Estrelas, contribuindo para a integração entre o Brasil e o Japão, através da preservação da Cultura Japonesa, com alegria e beleza em prol da paz. E cada vez mais se expande em todo o Brasil (Belém-PA, Brasília- DF, Belo Horizonte-MG, Niterói- RJ, Cuiabá-MT, Assaí, Maringá, Londrina-PR, Est. De São Paulo: Mogi das Cruzes, São Jose dos Campos, São Sebastião, Santos, Peruíbe, Bauru, Araçatuba, Ribeirão Preto, Campinas, entre outras cidades) e países latino-americanos.

O "Festival das Estrelas Tanabata" está se expandindo em vários bairros em São Paulo. No bairro de Itaquera-SP, foi realizado "2º Arraial das Estrelas" que, mesclado a duas festas Brasil-Japão, de um lado a festa junina e de outro o "Festival das Estrelas Tanabata", local aonde foi comemorado a abertura da Copa do Mundo. E vários bairros estão realizando este evento.

Com informação de agência

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas