nsc

publicidade

Indústria da moda

Como a tecnologia tem transformado a moda e a forma de consumo

Conheça iniciativas que estão revolucionando a indústria têxtil com soluções que promovem economia e sustentabilidade

29/08/2019 - 10h17

Compartilhe

Por Tech SC
Facilidades para a indústria da moda
(Foto: )

Quando pensamos em tecnologia, automaticamente a palavra “futuro” surge em nossa mente. O mesmo acontece na moda. Tanto designers, quanto engenheiros e pesquisadores dessas áreas, traduzem tendências comportamentais de cinco, dez, vinte anos à frente, em roupas, acessórios, equipamentos e ferramentas capazes de facilitar nosso dia a dia e a forma como nos comportamos, interagimos e consumimos.

Um exemplo disso são os wearables - tecnologias vestíveis, como relógios, tênis e camisetas, capazes de monitorar o sono, batimentos cardíacos, número de passos, e nos alertar quanto a e-mails, mensagens e demais notificações da vida moderna.

Relógio tecnologia
Os smartwatch são wearables
(Foto: )

A impressão 3D não fica de fora; hoje conseguimos usar essa tecnologia na construção civil, na arquitetura e no mercado da moda - roupas, sapatos e acessórios, por exemplo, já podem ser impressos e vestidos.

Moda e tecnologia bebem da mesma fonte: o futuro. E, quando ambas áreas, focadas no novo, se conectam, podemos esperar por grandes mudanças.

Moda + tecnologia = práticas mais sustentáveis

A indústria têxtil está entre as mais poluentes do mundo, então pensar em estratégias para contribuir com a preservação do meio ambiente se torna essencial. Só a fabricação de uma calça jeans, por exemplo, pode gastar até 11 mil litros de água.

Diante disso, a Canatiba, empresa que atua há 40 anos no segmento jeans, tem investido em tecnologia para melhorar seus processos e torná-los mais sustentáveis. Esse tipo de inovação proporcionou uma economia de até 99% de água durante o tingimento do denim - tecido usado para a confecção do jeans -, além da reciclagem de fibras durante o processo de produção e o uso das mesmas.

A Audaces, desenvolvedora de software para a indústria da moda, também tem investido em tecnologias que diminuem o desperdício dentro do setor têxtil. Uma das novidades que a empresa apresentará no próximo mês é o Provador Virtual. A solução é baseada no uso de um croqui virtual para a aprovação de modelos, antecipando etapas do processo de desenvolvimento de uma coleção e permitindo uma visualização mais próxima do real.

Com o Provador Virtual, os ajustes são feitos em um modelo virtual, sem que haja a necessidade de produzir várias peças-piloto, gerando economia e, claro, diminuindo o desperdício de materiais.

Facilidade durante as compras online

Muitas pessoas deixam de comprar online porque não sabem se as roupas irão servir. Buscando solucionar esse problema, a Sizebay criou um provador virtual, em que o cliente informa peso, idade e altura e, automaticamente, os algoritmos comparam esses dados às medidas dos produtos e entregam a melhor opção para o usuário, tornando a experiência de compra mais assertiva.

A burocracia com a troca de produtos, principalmente na internet, também costuma ser justificativa para diminuir o consumo online. Mas a tecnologia pode facilitar esse processo. A solução do Troque Fácil torna esse processo mais agradável, tanto para o comprador, quanto para a empresa.

No sistema, integrado à loja online, o cliente pode escolher o ponto de devolução mais próximo, receber reembolso ou vale-compras e resolver seu problema com mais agilidade, sem passar por processos burocráticos.

Iniciativas buscam melhorar a experiência de compra online
Iniciativas buscam melhorar a experiência de compra online
(Foto: )

Conexão entre marcas e influenciadores

Outro ponto em que a tecnologia surge como solução para a indústria da moda é a facilidade de agregar valor à marca, principalmente nas redes sociais. A opinião de influenciadores e criadores de conteúdo sobre os produtos influencia muito na hora das compras.

As empresas perceberam isso e estão entrando em contato com essas pessoas para parcerias e ações de marketing. Porém, esse processo não é tão simples e a Squid, viu nisso uma oportunidade: como tornar mais rápida e fácil a conexão entre marcas e influenciadores?

Hoje ela é a primeira empresa de marketing de influência no Brasil. Por meio de machine learning, a startup automatiza o processo de identificação, recrutamento e gestão de influenciadores digitais, unindo tecnologia e especialistas que ajudam as marcas a impulsionarem o resultado das campanhas.

Todas essas e outras empresas estarão presentes e irão compartilhar suas experiências na 5ª edição do ONDM - O Negócio da Moda -, evento que ocorre nos dias 10, 11 e 12 de setembro, em Camboriú, e conta com workshops, palestras e talks que estimulam o aprendizado, networking, a troca de de conhecimento, além do fechamento de novos negócios no mercado fashion.

Serviço

ONDM - O Negócio da Moda

Quando: Dias 10, 11 e 12 de setembro, das 14h30 às 21h.

Onde: Centro de Eventos Maria’s – Av. Rio Mamoré, 1.083, Bairro Rio Pequeno, Camboriú, Santa Catarina.

Ingressos à venda no site.

Deixe seu comentário:

publicidade