nsc
dc

Sebrae/SC

Como aumentar a produtividade e o faturamento nas empresas?

Projeto do Sebrae/SC ajuda micro e pequenos empresários a aumentarem a produtividade e o faturamento

18/05/2021 - 14h00

Compartilhe

Estúdio
Por Estúdio NSC
ais de 13 mil empresas devem ser atendidas pelos 100 Agentes Locais de Inovação do Sebrae/SC
ais de 13 mil empresas devem ser atendidas pelos 100 Agentes Locais de Inovação do Sebrae/SC
(Foto: )

São inúmeros os fatores responsáveis pela baixa produtividade em uma empresa. Eles vão desde a escolaridade até problemas de gestão. Para a Organização para a Cooperação e Crescimento Econômico (OCDE), a produtividade de empresas brasileiras ainda é muito baixa quando comparada a países como Estados Unidos e China, e está praticamente estagnado há décadas. A baixa produtividade impacta diretamente no PIB e, consequentemente, torna-se um desafio tanto para empresários quanto para o estado.

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), com dados do Banco Mundial, a taxa de crescimento anual composta (CAGR) do PIB do país cresceu 3,5% nas entre 1989 e 2019, enquanto a média mundial foi de 4%. Além do crescimento abaixo da média global, o IPEA ressalta que, na primeira década de 2000, entre 30% a 50% desse aumento se deve ao crescimento da População Economicamente Ativa (PEA), e não da produtividade.

Com base em dados da Receita Federal (2020), o DataSebrae apurou que, no Brasil, as microempresas têm uma produtividade média de 10%, enquanto a produtividade de empresas maiores é de 27% comparados à uma grande empresa. Já na Europa, as micro e pequenas empresas têm produtividade de 40% e 60% em relação a uma grande empresa.

> Especial DC 35 anos: conheça os destaques da história do maior jornal de SC

Para superar os obstáculos que atravancam a produtividade e alavancar os resultados de micro e pequenas empresas, o Sebrae/SC, em parceria com o governo federal, vai atender mais de 13 mil micro e pequenas empresas (MPEs) de Santa Catarina pelo Projeto Brasil Mais.

Sebrae/SC ajuda a fortalecer os pilares da produtividade

Essa é uma das principais questões de empreendedores que buscam os serviços do Sebrae/SC diariamente. Mas antes de falar dos pilares que sustentam uma empresa produtiva, é preciso entender que produtividade é um indicador de sustentabilidade e potencial de crescimento, que é medido pela relação entre valor agregado e os recursos empregados na produção de bens ou serviços.

Quando esse indicador se encontra em equilíbrio, é possível afirmar que a empresa apresenta uma boa gestão administrativa, de recursos e de pessoas.

O Projeto Brasil Mais foi criado para mostrar que esse equilíbrio pode ser obtido com capacitação e inovação. A proposta do programa é aumentar a produtividade, reduzir os custos e, assim, aumentar a competitividade e o faturamento das MPEs.

Como funciona o Projeto Brasil Mais

O Brasil Mais é voltado para micro e pequenas empresas que atuam nos segmentos de serviço, comércio e indústria. As empresas interessadas em participar do programa devem se inscrever no portal Brasil Mais. Após selecionadas, as MPEs recebem um Agente Local de Inovação (ALI) do Sebrae, que será responsável pelo atendimento direto durante quatro meses. O atendimento consiste em identificar os problemas que resultam na baixa produtividade, criar estratégias inovadoras e desenvolver um plano de ação para solucionar esses problemas.

Os atendimentos estão divididos em ciclos. Até o momento, 1.428 empresas receberam a capacitação no primeiro ciclo e 2.038, no segundo. O terceiro ciclo terá início em julho e está com inscrições abertas. São 2.200 vagas ofertadas e o atendimento é gratuito.

Para mais informações e inscrições, acesse o site do Brasil Mais.

Leia também

KLab: Koerich investe em inovação para atender novas demandas do consumidor

Entenda o que são conglomerados e como a união de marcas diminui riscos dos negócios

Colunistas