publicidade

Esportes
Navegue por

Futebol 

Como estão os preparativos do Metrô a uma semana da estreia no Campeonato Catarinense 

A sete dias do início do Campeonato Catarinense, Metropolitano ainda tenta achar o 11 ideal para a estreia

10/01/2019 - 08h35 - Atualizada em: 10/01/2019 - 09h25

Compartilhe

Augusto
Por Augusto Ittner
(Foto: )

Falta uma semana para a estreia do Metropolitano no Campeonato Catarinense. E enquanto a contagem regressiva segue até a próxima quinta-feira, às 21h – quando o clube enfrenta o Avaí, na Ressacada –, diminui também o tempo para o técnico Marcelo Mabília definir os 11 atletas que começam jogando. As primeiras dúvidas surgem por problemas de lesão: dois atletas considerados como possíveis titulares se machucaram durante os treinos e não se sabe se terão condições de jogo. Caso do zagueiro Romário, que veio para fazer dupla de zaga com Café, e do meio-campo Ângelo.

Serão ao menos mais cinco trabalhos técnicos e táticos que a comissão técnica terá para passar a régua e fechar a conta quanto ao time titular para encarar o Leão da Ilha. Há posições, claro, em que as dúvidas são quase nulas. Caso da dupla de laterais, com Paulinho (remanescente do título da Série B do Catarinense) e Jefinho (recém-contratado e que vem para suprir a saída de Rodolfo, emprestado ao futebol japonês); do zagueiro Café (ex-Comercial-SP); da dupla de volantes com Leandro Melo (que estava no Criciúma) e Negueba; o meia Netinho; e o meia-atacante Ari Moura. As demais posições, do goleiro ao ponta-esquerda – como na linguagem popular – seguem indefinidas, já que nem mesmo o atacante argentino Mariano Trípodi e do volante Michel Schmöller têm a garantia de que vão começar entre os titulares.

O jogo-treino do próximo sábado, contra o Athletico-PR, é tido como o crucial para esclarecer as dúvidas de Mabília. O jogo em Curitiba (PR), no CT do Caju, contra o Sub-23 do Furacão é tratado como um verdadeiro desafio para o elenco, quando faltarão cinco dias para o início do Catarinense.

– Ainda temos muitas dúvidas e existe o fato de que muitos jogadores ainda dependem de documentação para sair no BID (portal da CBF em que são publicados os atletas regularizados), já que a federação abriu só agora. O jogo contra o Athlético já vai dar uma ideia, até porque nos outros jogos-treinos a gente vinha poupando um ou outro jogadores, e nesse vamos mais completos – afirma Mabília.

Diretoria vai ao mercado buscar mais zagueiros

O diretor de Futebol do Metropolitano, Ericsson Luef, diz que o elenco para o Campeonato Catarinense está quase fechado. Embora afirme que tudo que foi planejado em novembro do ano passado foi executado, admite que ainda faltam algumas peças, principalmente no sistema defensivo.

– De ter que contratar mais um ou dois zagueiros a gente não escapa, até por ser uma posição que toma muito cartão amarelo e pode levar suspensão. Nas demais posições, acho que estamos bem servidos – diz Ericsson.

O Metropolitano chegou a ter um acerto com o zagueiro Lucão, ex-Cuiabá, porém, o jogador não desembarcou na cidade para integrar o elenco. No mais, na avaliação de Ericsson o time estará “redondo” para a estreia contra o Avaí.

– Não estamos 100% em termos físicos, mas pela preparação que foi objetivada, estaremos muito bem para a estreia. Os jogos-treinos foram bons, deu para dar uma boa avaliada. O time ainda não está totalmente encaixado, mas já tem uma cara. Já dá para ver a mão do Mabília no jeito que os atletas atuam – defende o dirigente.

Brusque indefinido, Marcílio encaminhado

Das outras equipes do Vale que também disputarão o Estadual, o Brusque está em uma condição parecida com o Metropolitano. O clube anunciou ontem a contratação do meio-campo Clebinho, 30 anos, o 26º jogador profissional do elenco, mas ainda segue com indefinições na equipe titular. O técnico Paulo Baier (que substitui Pingo) já fez três jogos-treinos, mas ainda não conseguiu encontrar o 11 ideal. O time enfrentou o Cianorte-PR no último fim de semana (empatou em 0 a 0), e também encarou o Fluminense de Joinville (vitória por 5 a 1) e o Metropolitano (vitória por 1 a 0). O esboço dos titulares tem: Zé Carlos; Marcus, Ianson, Neguete e Airton; Mineiro, Karl, Gustavo e Weverton; Hélio Paraíba e Jeferson Renan.

Brusque, Divulgação
(Foto: )

Já o Marcílio Dias está bem encaminhado para a estreia. Nos três jogos-treinos que fez até agora – vitória contra o Sub-20 do Criciúma por 3 a 1, triunfo por 3 a 0 contra o Sub-20 do Figueirense e empate em 1 a 1 com o Joinville ontem, no Norte do Estado – o técnico Waguinho Dias conseguiu esboçar o time titular.

Tom; Rodrigo, Wallace, Magrão e Paulinho; Jonathas, Luanderson e Juninho; Jean Dias, Wellington Mello e Sabiá deve formar o elenco que começa jogando pelo Marinheiro na estreia.

Júlio Cesar Ferreira, Assessoria do JEC
(Foto: )

O primeiro jogo do Brusque ocorre na quarta-feira, dia 16, às 19h, contra o JEC. Será a primeira partida do Estadual em 2019. Já o Marcílio Dias vai ao Oeste do Estado para encarar a Chapecoense, na quinta-feira que vem, às 21h.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação