nsc

publicidade

Texto-base aprovado 

Como votaram os deputados federais de SC na comissão da Reforma da Previdência

Três parlamentares do Estado compõem o grupo que analisa a proposta como titulares e outros dois são suplentes 

04/07/2019 - 15h50 - Atualizada em: 05/07/2019 - 15h24

Compartilhe

Jean
Por Jean Laurindo
Celso Maldaner, Daniel Freitas e Darci de Matos votaram a favor do relatório da Reforma da Previdência
Celso Maldaner, Daniel Freitas e Darci de Matos votaram a favor do relatório da Reforma da Previdência
(Foto: )

Os três deputados federais catarinenses que integram a comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a proposta de Reforma da Previdência votaram a favor do texto-base elaborado pelo relator, o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP). O relatório foi aprovado por 36 votos a 13.

Celso Maldaner (MDB), Daniel Freitas (PSL) e Darci de Matos (PSD) são os três deputados catarinenses titulares na comissão. Os três votaram a favor do texto-base da Reforma da Previdência.

Os deputados catarinenses permanecem na reunião da comissão ao longo da tarde desta quinta-feira. Isso porque os parlamentares ainda precisam votar os destaques – propostas de alterações no texto da reforma feitas por meio de emendas por partidos e por deputados individualmente.

Em encaminhamento de voto contra a admissibilidade dos destaques, o deputado federal catarinense Daniel Freitas (PSL) comparou a Reforma da Previdência com a de uma casa, disse que ela vai permitir investimentos e condições de trabalho e afirmou que "a reforma não irá resolver todos nossos problemas, mas sem ela, os demais problemas não poderão ser resolvidos".

- Espero que este parlamento tenha bom senso e sabedoria necessária para entender que não se trata de pensar no próprio umbigo e sim no futuro dos nossos filhos e no Brasil próspero que queremos para nós - afirmou.

O deputado Darci de Mattos (PSD), em indicação de seu partido para não aceitar os destaques, o que aceleraria a aprovação da Reforma, criticou a gestão do PT e o aumento do desemprego.

- Pela recuperação desse país, pelos trabalhadores e pela celeridade dessa votação, a posição do PSD é não (aos destaques) - afirmou o deputado, que também votou sim pela Reforma.

Por fim, Celso Maldaner (MDB) também fez a indicação de voto a favor da Reforma da Previdência e contrária às possíveis modificações sugeridas pelos deputados por emendas.

- Com essa reforma, país vai voltar aos caminhos normais do desenvolvimento - sustentou.

Catarinenses de PT e PSB figuram como suplentes em comissão

Comissão aprovou relatório na tarde desta quinta-feira
Comissão aprovou relatório na tarde desta quinta-feira
(Foto: )

Outros dois deputados catarinenses também faziam parte da comissão especial da Reforma da Previdência, mas na condição de suplentes – e, portanto, sem direito a voto. São eles Pedro Uczai (PT) e Rodrigo Coelho (PSB). Os parlamentares desses dois partidos que eram titulares na comissão votaram contra o texto-base da Reforma.

A assessoria do deputado Rodrigo Coelho, no entanto, procurou a reportagem reforçando o posicionamento de que o parlamentar teria votado a favor do texto-base da Reforma Administrativa se fosse titular na comissão. O mesmo posicionamento favorável à reforma deve ser expressado na votação em plenário. Coelho já admitiu em entrevistas recentes a possibilidade de deixar o PSB.

Após a aprovação do texto-base elaborado pelo relator com base na proposta enviada pelo governo, a Reforma da Previdência segue para a votação por todos os deputados, no plenário da Câmara.

Deputados de SC na comissão da Reforma da Previdência

Celso Maldaner (MDB): sim

Daniel Freitas (PSL): sim

Darci de Matos (PSD): sim

Ainda não é assinante? Faça sua assinatura do NSC Total para ter acesso ilimitado ao portal, ler as edições digitais dos jornais e aproveitar os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade