nsc
santa

Cronograma

Complexo Viário do Badenfurt se aproxima da reta final das obras

Empresas responsáveis pela construção do complexo precisam de mais 30 dias trabalhados para concluir as obras

24/05/2014 - 03h02

Compartilhe

Por Redação NSC
A ponte principal que foi erguida sobre o rio Itajaí-Açu tem 392 metros de comprimento e 12 de altura
A ponte principal que foi erguida sobre o rio Itajaí-Açu tem 392 metros de comprimento e 12 de altura
(Foto: )

A dimensão do Complexo Viário do Badenfurt pode ser percebida não apenas pela sua extensão _ dois quilômetros_, mas pela quantidade de asfalto que as duas pontes, a via expressa e os acessos precisam para serem totalmente pavimentados. São 11 mil toneladas de camada asfáltica. De segunda a sábado, por volta das 7h, os caminhões chegam ao local carregados de matéria-prima para a reta final da obra que prevê o acesso entre a rua Bahia e a BR-470. Atualmente, cerca de 50 operários trabalham em três frentes: pavimentação, sinalização e iluminação e cabeamento. Prevista inicialmente para ser entregue dia 19 de dezembro de 2012, a estrutura precisa de mais 30 dias trabalhados para ser concluída, segundo o engenheiro da Pacopedra Obras de Infraestrutura Cristian Fuchs.

Mesmo com chuva, trabalhadores do Consórcio Stein-Pacopedra, empresas responsáveis pela obra, se dividem em pavimentar as calçadas, asfaltar as pistas e instalar os cabos de energia. Assim que essas três etapas estiverem prontas, o foco será a implantação da sinalização horizontal e vertical das vias _ que está em fase de produção _ e o plantio de árvores e grama nas áreas degradadas. A pavimentação, que começou quinta-feira passada e demanda a maior parte do tempo e de trabalhadores, depende diariamente de análises laboratoriais para ser finalizada em cada trecho do complexo. _Toda a camada asfáltica é analisada. A fiscalização contratada pela prefeitura vem com uma sonda rotativa e são feitos ensaios para ver se a compactação do asfalto foi atingida. Se o resultado for bom, os operários podem implantar a outra camada _ explica Fuchs.

>>> Vídeo: Cristian Fuchs, engenheiro da Pacopedra Obras de Infraestrutura, fala sobre o Complexo

O engenheiro afirma que quando esse processo for finalizado será possível precisar a data em que a estrutura será inaugurada. Para o secretário de Obras, Paulo França, a obra segue em ritmo satisfatório. Até quinta-feira, quando completou uma semana desde o início da pavimentação, 1,9 mil tonelada de asfalto havia sido implantada nas vias do complexo. Inicialmente orçada em R$ 31 milhões, a obra já custa cerca de R$ 39,5 mil, aumento causado pelos estragos causados pelas cheias de 2011 e acréscimo de etapas na construção.

A ponte principal, erguida sobre o rio Itajaí-Açu com 392 metros de comprimento e 12 de altura, e a sobre o rio do Testo estão prontas, mas ainda falta concluir os acessos do complexo. Já as calçadas e a ciclovia, com extensão de 1,9 quilômetro, estão 80% concluídas, faltando apenas alguns trechos, a colocação da grama e o acabamento. O acompanhamento do andamento da obra é visto de perto, não apenas por engenheiros, mas por pessoas como Elza Reichert, que mora na rua Emma Hemmer há 10 anos:

_ Já foi adiada tantas vezes que agora não vejo a hora desta obra ficar pronta. Vai facilitar muito para os moradores na nossa rua. Mas seria bom também que houvesse uma linha de ônibus para passar pela ponte e ficar ainda melhor.

Colunistas