O deputado estadual e ex-governador Leonel Pavan (PSDB), chegou ao hospital desorientado, falando alternadamente coisas coerentes e sem nexo. Este pode ser o primeiro sinal de um edema cerebral. A informação foi repassada pelo médico Sergio Malburg, que preside o centro médico em Balneário Camboriú onde o político segue internado.

Continua depois da publicidade

Pavan, de 64 anos, estava na aula de pilates nesta segunda-feira (14), quando começou a se queixar de fortes dores. Ele sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

A equipe responsável por Pavan no hospital informou, ainda nesta segunda, que o quadro dele era grave, mas estável. O político está em coma induzido e respira com auxílio de aparelhos. Ele está sendo avaliado para saber quais serão os próximos passos do tratamento.

De acordo com informações repassadas por Sergio Malburg, o comportamento do edema é o que vai determinar o tempo de internação, que costuma ser longo em casos como o do deputado. A duração pode durar cerca de 20 dias.

Segundo o médico Humberto Jorge Silva, que acompanha Leonel Pavan, o ex-governador não apresentava histórico de pressão alta.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total