nsc
    dc

    Tecnologia

    Confira as novidades que a Apple deve anunciar nesta terça-feira

    iPhone deve apresentar até três câmeras traseiras 

    09/09/2019 - 15h19

    Compartilhe

    Por GaúchaZH
    A apresentação ocorrerá a partir das 14h, no horário de Brasília
    A apresentação ocorrerá a partir das 14h, no horário de Brasília
    (Foto: )

    A expectativa dos "applemaníacos" é grande para o dia 10 de setembro. Isso porque, nesta data, a gigante dos dispositivos apresentará as suas novas linhas do iPhone (11), do Apple Watch e da Apple TV. A grande mostra ocorrerá no Steve Jobs Theatre, em Cupertino, na Califórnia, nos Estados Unidos (EUA), às 14h (horário de Brasília). A apresentação poderá ser conferida neste link da Apple.

    Anualmente, as atenções ficam voltadas para as novidades que envolvem os celulares. O iPhone é queridinho do público e da própria marca. Os modelos XS, XS Max e XR devem ser substituídos por iPhone 11 Pro, Pro Max e iPhone 11.

    Conforme apuração da rede de canal norte-americana CNBC, é provável que, de maneira geral, as mudanças nos smartphones sejam de cunho incremental. Ou seja, dialogarão mais com as alterações de software, melhorias nas câmeras e maior rapidez dos processadores instalados. Espera-se ainda que o tamanho dos dispositivos não seja alterado.

    Ouvido pelo CNBC, Ming-Chi Kuo, umas das principais fontes do mundo quando o assunto é iPhone e analista da TF International Securities, grupo de serviços financeiros asiático, afirmou que os novos modelos poderiam ter três câmeras traseiras, sendo uma de 12 megapixel, da Sony. A novidade melhoraria a qualidade de imagens com pouca iluminação e corrigiria erros.

    Os telefones contariam também com uma funcionalidade já apresentada pela linha S10, da Samsung, que permite que um celular carregue outro, desde que compatíveis. O Telegraph, do Reino Unido, publicou que os novos modelos terão um novo cabo, permitindo velocidades de carregamento mais rápidas.

    Cnet, site norte-americano especializado em tecnologia, apontou que Kuo revelou ainda que a compatibilidade dos smartphones com o 5G ficará para 2020. MacWorld, site inglês focado em desvendar as novidades da Apple, afirmou que os aparelhos lançados este ano terão conector Lightning.

    A transformação para a entrada USB-C deve ficar para o ano que vem. O portal inglês Mirror sugere que os dispositivos poderão ainda vir nas cores preto, branco, dourado, verde e azul. Conforme o Estadão, os modelos devem surgir no mercado estadunidense duas semanas após seu lançamento e chegar ao Brasil em novembro. Contudo, sem preço definido.

    Apple TV e Apple Watch

    Espera-se que, a partir da próxima atualização do sistema operacional da Apple TV, o aparelho passe a aceitar comandos feitos por controles do Xbox e do PlayStation 4, segundo o Estadão. A plataforma permitiria ainda que, no plano família, vários perfis diferentes acessam a mesma conta com recomendações específicas para cada um deles, assim como já é feito pela Netflix. O preço do serviço ficara na casa dos US$ 9,99 e não tem previsão de vinda para o Brasil, afirmou o Estadão.

    Novidades estão previstas para o Apple Watch também. Guilherme Rambo, desenvolvedor da Mac e do sistema iOS afirmou, segundo o Estadão, que o relógio deve trazer aos usuários função de monitoramento de sono. Nela, seria possível medir a frequência cardíaca, reflexos corporais e barulhos durante a noite. O dispositivo contaria ainda com a função não perturbe assim que a pessoa fosse dormir e seria reativado quando o usuário levantasse.

    Mudanças em detalhes no Iphone

    O site especializado em tecnologia Tecmundo foi um pouco mais específico em relação às especificações dos novos iPhone. Veja como devem ser:

    iPhone 11 Pro

    Ao que tudo indica, este celular será o sucessor do iPhone X, trazendo tela de 5,8'' OLED com resolução 2346 x 1125 e 458 pixels por polegada. Espera-se que ele tenha memória RAM de 6 GB e câmera tripla na traseira.

    iPhone 11 Pro Max

    O Tecmundo apontou que o iPhone 11 Pro Max deve ser o sucessor do iPhone Xs Max. De todos os três, a expectativa é de que este modelo apresente a melhor tela. A aposta é de que ela seja de 6,5” OLED, com resolução de 2688 x 1242 pixels e 548 pixels por polegada. Ele também deve ter memória RAM de 6 GB e câmera tripla na traseira.

    iPhone 11

    Se o Pro Max será o mais completo, espera-se que o iPhone 11 seja o mais simples da nova linha, conforme o Tecmundo. Suas configurações devem conter display LCD de 6,1'' e resolução 1792 x 828 e 326 pixels por polegada. A memória RAM do aparelho deve ser de 4 GB e a câmera traseira dupla, não tripla.

    Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas