nsc
an

UFC

Confira como foi o treino do UFC em Jaraguá do Sul

Estrelas como Lyoto Machida, Gerard Mousasi, Ronaldo Jacaré, Eric Silva e Viscardi Andrade se apresentaram ao jornalistas credenciados

13/02/2014 - 07h46 - Atualizada em: 13/02/2014 - 19h54

Compartilhe

Por Redação NSC
Lyoto Machida e Gegard Mousasi participaram dos treinos em Jaraguá do Sul
Lyoto Machida e Gegard Mousasi participaram dos treinos em Jaraguá do Sul
(Foto: )

Os amantes do Ultimate Fighting Championship (UFC) já começam a sentir o frio na barriga que antecede eventos esportivos deste tamanho. Na tarde desta quinta-feira, os lutadores brasileiros convocados para os treinos livres demonstraram muita atitude e determinação no teatro da Sociedade da Cultura Artística, em Jaraguá do Sul.

Erick Silva, Ronaldo Souza "Jacaré" e Lyoto Machida empolgaram com pulos, saltos, quedas e pontapés. Mas os "gringos" Gerard Mousasi e Francis Carmont não entraram no clima, enganaram os jornalistas e apenas cumpriram tabela com exercícios de pouca importância.

O canadense, que foi o quarto atleta a subir no palco, se sentiu como um peixe fora d' água, sem o apoio de seus treinadores, que não se encontravam no local. Deste modo, preferiu ser breve em sua apresentação. O mesmo aconteceu com o armênio Gerard Mousasi. As atuações causaram um pedido de desculpa da apresentadora e anfitriã do evento, Paula Sack.

O peso pena Charles do "Bronx" foi o primeiro a demonstrar resumidamente como é a rotina de treinamento de um atleta profissional de MMA. Na sequência, o paulista de Jales, Viscardi Andrade, escolheu a música "stronger" de Kayne West para abrir sua apresentação, que foi voltada para mostrar um arsenal de golpes nas modalidades de wrestling e jiu-jítsu.

No entanto, foi com a apresentação de Erick Silva que foi possível sentir o clima do evento. O capixaba entrou acompanhado por uma equipe grande e, com uma roupa especial para aquecimento, chamou a atenção pelo esforço em exercícios de ground and pound e muay thay.

Além disso, foi o primeiro a reunir a equipe no final da demonstração para dar um grito de guerra. Toda a energia transmitida aos presentes se esvaiu quando o canadense Francis Carmont subiu ao palco. O lutador demonstrou timidez e foi breve na sua apresentação.

Após o gringo, veio Ronaldo Souza "Jacaré". Disposto e simpático, o peso-médio entrou batendo palmas, em alusão ao réptil que lhe deu o apelido. Já Gerard Mousasi gastou pouco mais que cinco minutos para apresentar variações simples de boxe. Machida, diferentemente do oponente de sábado a noite, fez um treino completo. Além disso, de ser um dos mais carismáticos na entrevista após os treinamentos.

Confira como foi a cobertura do evento:

Apresentação de Ronaldo Jacaré:

Colunistas