nsc

publicidade

ELEIÇÕES 2012

Confronto histórico entre PSD e PT de Chapecó se repetirá na disputa deste ano

Enquanto Caramori vai à reeleição, Uczai tenta voltar à prefeitura

31/05/2012 - 22h13

Compartilhe

Por Redação NSC
Ex-vereador César Valduga (PC do B) corre por fora na eleição da cidade
Ex-vereador César Valduga (PC do B) corre por fora na eleição da cidade
(Foto: )

Três pré-candidatos a prefeito já foram anunciados para a disputa da prefeitura de Chapecó: César Valduga (PC do B), Pedro Uczai (PT) e José Cláudio Caramori (PSD).

O atual prefeito, José Cláudio Caramori, que foi eleito como vice de João Rodrigues (PSD), agora vai na cabeça de chapa. Ele assumiu o executivo municipal após a eleição de Rodrigues como deputado federal, em 2010.

O candidato a vice também está definido. Será Luciano Buligon, do PMDB, que na eleição de 2008 foi candidato a prefeito. Eles têm o apoio de 17 partidos. Além do PSD e PMDB já anunciaram composição o PSDB, PTB, PP, PSC, PMN, PTC, PSL, PRP, PSB, PPS, PRB, PT do B, PR, PSDC e DEM. Caramori disse que sua proposta é dar continuidade a obras importantes para o futuro da cidade.

O PT anunciou o deputado federal Pedro Uczai como o nome para tentar voltar à administração municipal depois de oito anos. Uczai chegou a ser prefeito em 2003 e 2004, quando José Fritsch (PT) deixou o cargo para ser ministro de Aquicultura e Pesca. Ele não chegou a concorrer a prefeito contra Rodrigues, que venceu as eleições de 2004 e 2008. Uczai diz estar preparado para liderar uma administração voltada desenvolver um projeto para Chapecó já pensando numa população de 300 mil habitantes.

O PC do B, que lançou Paulinho da Silva como candidato a prefeito em 2008, agora também tem nome para concorrer a prefeito: César Valduga. Ele foi o vereador mais votado na eleição de 2004 e, em 2008, não se elegeu pois o partido não atingiu o coeficiente eleitoral para conquistar uma vaga na Câmara de Vereadores. Ele afirmou que pretende desenvolver uma projeto que valorize as pessoas. PT e PC do B estão negociando para formar uma chapa única de oposição.

Os três pré-candidatos também buscam apoio do PDT. Quem ainda não definiu sua situação é o PV. O partido era base de apoio da atual administração.

:: Assuntos que serão pauta na campanha

Trânsito

O aumento da frota de veículos em Chapecó já começa a provocar engarrafamentos em alguns horários. A cidade conta com 125 mil veículos e mensalmente são registrados 800 novos cadastros. Um dos problemas crônicos é na avenida Attilio Fontana, acesso Oeste da Cidade que serve para funcionários dos frigoríficos da Aurora e Sadia e estudantes e professores da Universidade Comunitária Regional de Chapecó (Unochapecó). Também é ligação da cidade com a SC 283, na saída para São Carlos.

A situação só deve piorar quando começarem as aulas no campus da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), em 2013. Em outras ruas do centro também há dificuldade de locomoção nos horários de pico.

A prefeitura está realizando algumas obras como o Contorno Viário Oeste e a rua Araras, que devem ser inauguradas até setembro. O acesso à BR 282 está sendo duplicado com verbas federais e estaduais. Um novo planejamento do trânsito e outras obras como o Contorno Viário Leste são urgentes para dar conta do crescimento da cidade.

Segurança pública

A questão da segurança pública novamente deve ser um dos temas de campanha. Apesar do programa Segurança Máxima, lançado no ano passado, numa parceria entre governo do Estado e prefeitura, alguns índices, como os de furtos e roubos, aumentaram no primeiro trimestre de 2012, em relação ao primeiro trimestre do ano passado. A média de furtos passou de 337 por mês para 369.

Houve a recomposição de policias militares mas ainda insuficiente para dar conta do crescimento da cidade e, consequentemente, aumento dos registros policiais. Casas que há 10 anos não tinham grades, hoje estão cercadas. Também falta instalar algumas câmeras de monitoramento.

Deixe seu comentário:

publicidade