Craque da Copa do Mundo de 1994, Romário vai voltar aos gramados nesta temporada. Aos 58 anos, o Baixinho está inscrito para jogar pelo América-RJ, time da Série A2 do Campeonato Carioca. Além de ser presidente do clube, o jogador também vai vestir a camisa em campo e receberá um salário mínimo, que vai ser doado de volta para o time.

Continua depois da publicidade

Leia mais notícias do Esporte no NSC Total

Clique aqui para entrar na comunidade do NSC Total Esporte no WhatsApp

Substituição extra: Entenda a nova regra do Brasileirão 2024

Romário foi inscrito no Boletim Informativo de Registro de Atletas (Bira) às 11h12 desta terça-feira (16). No boletim, ainda falta “escanear contrato para a CBF”. Romário se aposentou como jogador em 2009, pelo América.

Continua depois da publicidade

Segundo o jogador, o principal motivo da volta aos gramados é poder atuar ao lado do filho.

Conheça o América-RJ, time do Romário

O América foi fundado em 18 de setembro de 1904, quando sete jovens se reuniram descontentes com o caminho que o Clube Atlético de Tijuca estava tomando e resolveram criar uma nova instituição, com o objetivo de uma representação melhor para o futebol.

O nome surgiu em homenagem ao continente da América. Inicialmente, as cores do clube eram preto e branca, mas em 1908 houve a mudança para vermelho e branco.

Entre os principais títulos do América, destacam-se as sete taças do Campeonato Carioca; a conquista do International Soccer League de 1962, disputado por grandes times dos continentes americano e europeu da época; e o Torneio dos Campeões de 1982, organizado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), com os maiores clubes do Brasil do tempo.

Romário tomou posse da presidência do time em janeiro deste ano, após ter vencido a eleição em novembro de 2023. Seu mandato vai até 2026.

Continua depois da publicidade

De acordo com o jogador, ele retorna ao clube do coração com grandes objetivos: devolver o América para a primeira divisão com a classificação pela Série B do Carioca e vencer a Copa Rio, que dá vaga na Copa do Brasil ou Série D; fazer auditoria no clube; resolver a questão do shopping no terreno da antiga sede do América na Tijuca.

A paixão pelo América foi herdada de seu falecido pai, o seu Edevair. Romário conta que ele o levava a jogos quando era criança, e trabalhar no clube é realizar seu sonho.

*Lia Capella é estagiária sob supervisão de Diogo Maçaneiro

Publicidade

Além de muita informação relevante, o NSC Total e os outros veículos líderes de audiência da NSC são uma excelente ferramenta de comunicação para as marcas que querem crescer e conquistar mais clientes. Acompanhe as novidades e saiba como alavancar as suas vendas em Negócios SC.

Destaques do NSC Total