nsc
    santa

    Religião 

    Coronavírus muda celebrações de Páscoa em Blumenau; veja como serão as missas e outros ritos 

    Procissões estão suspensas e pedido da Diocese é para que, se possível, padres transmitam missas on-line 

    31/03/2020 - 07h18

    Compartilhe

    Augusto
    Por Augusto Ittner
    Pedro
    Por Pedro Machado
    Catedral e igrejas estarão sem fiéis, mas com celebrações.
    Catedral e igrejas estarão sem fiéis, mas com celebrações.
    (Foto: )

    A Igreja Católica de Blumenau se prepara para uma Semana Santa (de 5 a 12 de abril) diferente em 2020. Por conta do contexto do novo coronavírus e a impossibilidade de adiar os eventos entre a Quaresma e Pentecostes, a Diocese editou um decreto em que orienta as igrejas da cidade a como fazer as celebrações de Páscoa.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Missas com presença de fiéis e procissões estão suspensas. O pedido é para que, se possível, bispo ou padres transmitam on-line as celebrações. Coroinhas estão proibidos, e músicos e auxiliares só poderão participar caso o rito seja exibido ao vivo para fiéis em alguma plataforma.

    Veja como serão as celebrações conforme o decreto que vale para as cidades de Blumenau, Gaspar, Ilhota, Navegantes, Penha, Piçarras, Luiz Alves, Indaial, Timbó, Pomerode, Benedito Novo, Doutor Pedrinho e Rio dos Cedros.

    > Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

    Domingo de Ramos (5/4)

    A missa será transmitida e ocorrerá de acordo com a tradição da Igreja Católica, porém sem procissão. A bênção dos ramos, com qualquer ramo verde, será dada aos fiéis que acompanharem a transmissão on-line. A “Paixão do Nosso Senhor segundo Mateus” e a Coleta da Fraternidade foram transferidas para os dias 14 e 15 de novembro, na semana em que é lembrado o Dia Mundial dos Pobres.

    Segunda, Terça e Quarta-Feira Santas (6, 7 e 8/4)

    Orientação é para que as missas sejam celebradas normalmente. Além disso, padres deverão seguir as tradições que expressem devoção e piedade popular.

    Quinta-Feira Santa (9/4)

    A Igreja Católica prorrogou a celebração da Missa do Crisma. Já a Missa da Ceia do Senhor ocorrerá à noite. O lava-pés, procissão e o Santíssimo Sacramento também não ocorrerão.

    Sexta-Feira Santa (10/4)

    A Celebração da Paixão do Senhor ocorrerá na Catedral e nas igrejas paroquiais às 15h. Neste dia, a oração terá uma intenção especial pelos doentes, mortos, e enlutados pelas vítimas do novo coronavírus. A Coleta para os Lugares Santos ocorrerá em 14 e 15 de setembro e padres poderão fazer a Via-Sacra, seja transmitindo on-line ou então com a orientação de que as famílias rezem em casa.

    Sábado de Aleluia (11/4)

    A Vigília Pascal ocorrerá na Catedral e igrejas paroquiais à noite. Não ocorrerá o acender o fogo e a procissão. O acendimento do Círio acontecerá normalmente, assim como o Precônio Pascal. Na Liturgia Batismal, renovam-se as promessas batismais, e na Liturgia Eucarística também ocorrerá como costumeiramente. Padres e diáconos que não tiverem condição de celebrar a missa, deverão rezar a Liturgia das Horas.

    Domingo de Páscoa (12/4)

    A Missa de Páscoa ocorrerá normalmente pela manhã, porém sem fiéis, e apenas com transmissão on-line.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas