nsc
    santa

    Pandemia

    Coronavírus: PM de Blumenau pede cancelamento de carreatas e buzinaços na cidade

    Município registrou ao menos três atos desde a última semana pedindo "o fim do confinamento"

    02/04/2020 - 12h26 - Atualizada em: 03/04/2020 - 07h39

    Compartilhe

    Augusto
    Por Augusto Ittner
    Carreta na Rua XV de Novembro, no domingo.
    Carreta na Rua XV de Novembro, no domingo.
    (Foto: )

    A Polícia Militar de Blumenau emitiu um comunicado nesta quinta-feira (2) em que determina o cancelamento de carreatas e buzinaços na cidade. A alegação é de que atos assim podem causar "quebra da ordem pública". Vale lembrar que na última semana o município registrou ao menos três eventos pedindo o "fim do confinamento" e a retomada gradual de comércios e serviços.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Na nota, a PM se posiciona contrária a esses eventos e diz que eventuais atos serão filmados e encaminhados ao Ministério Público para que os envolvidos respondam judicialmente.

    Em um vídeo divulgado junto ao comunicado, o comandante do 10º Batalhão de PM, Jefferson Schmidt, diz que movimentar pessoas e veículos nesse atual momento contraria o decreto do governo do Estado que impõe o isolamento e distanciamento social. Schmidt ainda afirma que direcionar policiais para o acompanhamento de carreatas e buzinaços é um "desgaste desnecessário".

    > Quer receber notícias de Blumenau e do Vale por WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo do Santa

    — A PM está atuando para manter a ordem, auxiliando nas inúmeras dúvidas e denúncias. Então empregar a Polícia Militar nessas carreatas é um desgaste desnecessário de recursos humanos e materiais, que poderiam estar empregados no combate à criminalidade.

    O comandante do 10º BPM ainda completa:

    — Solicitamos a todos que declinem de organizar carreatas e afins nesse momento.

    No último domingo (29), Blumenau registrou duas carreatas pela Região Central, em que manifestantes se posicionavam contrários ao governador Carlos Moisés (PSL) e pediam o retorno das atividades econômicas. Na quinta-feira (26) um primeiro ato já havia ocorrido pela manhã.

    Nesta segunda-feira (31) havia um buzinaço agendado para as 10h, em frente à prefeitura. A PM isolou a área, porém a carreata não ocorreu. Em Balneário Camboriú, onde pessoas fizeram uma carreata para comemorar o anúncio da retomada gradual de setores em SC (que não ocorreu), o Ministério Público determinou que a PM impedisse novos atos.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas