nsc
dc

Despedida

Corpo de Edenaldo Lisboa da Cunha, o Feijão, é velado em Florianópolis

Fomentador cultural morreu na madrugada desta quarta, aos 56 anos, e recebe homenagens no Clube Avante, em Santo Antônio de Lisboa

04/09/2019 - 15h05

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
velório Feijão
Familiares e amigos prestam últimas homenagens a Feijão, na sede do Clube Avante
(Foto: )

Familiares e amigos prestam as últimas homenagens a Edenaldo Lisboa da Cunha, o Feijão, morto na madrugada desta quarta-feira (4), aos 56 anos. O velório acontece na sede do Clube Avante de Santo Antônio, em Santo Antônio de Lisboa, bairro de Florianópolis onde Feijão se consolidou como importante fomentador cultural.

Diversas coroas de flores espalhadas pelo salão trazem mensagens de solidariedade à família. Sobre o caixão, está estendida uma bandeira com as cores azul e branco, do Clube Avante, do qual Feijão era presidente. O sepultamento está previso para as 17h30min no cemitério da Irmandade de Santo Antônio.

Feijão estava internado há quase três meses na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Baía Sul devido a problemas causados pela diabetes, mas o quadro se agravou nos últimos dias. De acordo com a viúva Neide Pacheco da Cunha, ao longo dos meses hospitalizado Feijão teria contraído quatro bactérias. Chegou a passar por uma traqueostomia e vinha sendo tratado com antibiótico.

A vida de Feijão teve como palco o bairro Santo Antônio de Lisboa. À frente do Clube Avante e no comando do Gambarzeira, na Rua Cônego Serpa, consolidou-se como um importante fomentador da cultura local. Na década de 90, idealizou o Carnaval Comunitário de Santo Antônio de Lisboa. A iniciativa se tornou um dos maiores eventos da folia na Ilha, e a cada ano arrasta uma multidão pelas ruas de casarões históricos.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas