nsc

publicidade

Desfecho

Corpo de jovem é identificado 11 meses após desaparecimento em Joinville

Daniel David Soares da Silva estava desaparecido desde o dia 16 de novembro de 2018 e corpo foi encontrado 12 dias depois 

09/10/2019 - 17h40 - Atualizada em: 10/10/2019 - 10h24

Compartilhe

Patrícia
Por Patrícia Della Justina
(Foto: )

O corpo de Daniel David Soares da Silva foi identificado após 11 meses de seu desaparecimento, em Joinville. Ele havia sido visto pela última vez no dia 16 de novembro de 2018, por volta das 17 horas, quando saiu ao mercado de bicicleta. O fato ocorreu no bairro Jardim Paraíso, zona Norte de Joinville. À época, ele tinha 22 anos.

Quase duas semanas depois, no dia 28 de novembro, um corpo foi encontrado no bairro Cubatão. Ele estava em uma área de mata, quando foi visto por pessoas que passavam pelo local e que acionaram a Polícia Militar.

O corpo estava em avançado estado de putrefação e não foi possível registrar se era de uma mulher ou de um homem.

O corpo estava em uma área de mata na rua Dorothóvio do Nascimento
O corpo estava em uma área de mata na rua Dorothóvio do Nascimento
(Foto: )

Autoria do crime continua indefinida

Quase um ano após o episódio, a identidade do corpo foi confirmada por meio dos exames de DNA e, de fato, tratava-se do jovem Daniel que estava desaparecido. Segundo o delegado Dirceu da Silveira, da Delegacia de Homicídios, o Inquérito Civil segue ajuizado e a polícia ainda não identificou os possíveis autores do crime.

Além disso, a polícia aguarda o exame cadavérico para determinar a causa da morte e também outras perícias criminais pendentes para finalizar o caso.

Leia também: Mulher acredita que corpo encontrado em Joinville é do marido desaparecido

Relembre o caso

A esposa Aline Cristina Antunes Fernandes, 22 anos, voltou do trabalho por volta das 17h30 e não encontrou o marido em casa. A residência estava aberta e, a princípio, ela achou que ele havia saído. No entanto, não apareceu mais.

A filha do casal de dez meses estava com Daniel e foi encontrada pela mãe em uma casa na rua de trás da residência da família. Segundo Aline, ela soube que o marido havia ajudado vizinhos a fazer uma mudança e, por isso, deixou a filha aos cuidados do pai do vizinho, que morava próximo.

Ele recebeu pela ajuda e pegou a bicicleta emprestada para ir ao mercado. Segundo Aline, a informação que recebeu era de que ele buscaria a filha na sequência. No entanto, Daniel e a bicicleta desapareceram.

Segundo ela, Daniel não tinha envolvimento com drogas e nem motivos para ter desaparecido. Os dois estavam juntos há três anos.

Leia outras notícias de Joinville e região.

Deixe seu comentário:

publicidade