nsc

publicidade

Homicídio

Corpo encontrado carbonizado em Criciúma segue sem identificação 

A cidade não registrava um homicídio desde o dia 16 de agosto, segundo a polícia 

07/11/2019 - 11h43

Compartilhe

Por Lariane Cagnini

O homem encontrado morto em Criciúma nesta quinta-feira, no bairro Naspolini, continua sem identificação. O corpo carbonizado estava às margens do Anel de Contorno Viário, e segundo informações da Polícia Civil, trata-se de um rapaz branco, que aparenta ter entre 18 e 25 anos.

Após a perícia no local, o corpo foi recolhido pelo Instituto Geral de Perícias (IGP). Até as 10h30min desta quinta-feira, ninguém procurou o órgão de segurança para identificar a vítima.

Segundo a polícia, o homem tem cerca de 1,70 m de altura e vestia jaqueta azul do Grêmio, com duas camisetas, uma vermelha e uma verde, com o símbolo da marca Adidas. Ele foi morto com três facadas no peito e nas costas.

Criciúma, que é a maior cidade do Sul de Santa Catarina, não registrava um homicídio desde 16 de agosto desse ano. A última morte ocorrida na cidade foi de uma mulher, agredida pelo filho e que sofreu uma parada cardíaca.

​Leia as últimas notícias no NSC Total

​Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.​

Deixe seu comentário:

publicidade