nsc
    santa

    Solidariedade 

    Covid-19: designers criam artes gratuitas para pequenos negócios divulgarem serviços

    Moradora de Blumenau criou o grupo Designers do Bem, que reúne profissionais dispostos a desenvolver artes a empreendedores que estão enfrentando dificuldades por conta do coronavírus

    23/04/2020 - 16h53 - Atualizada em: 23/04/2020 - 17h02

    Compartilhe

    Bianca
    Por Bianca Bertoli
    Interessados em receber o serviço voluntário devem se manifestar pelas redes sociais
    Interessados em receber o serviço voluntário devem se manifestar pelas redes sociais
    (Foto: )

    A ideia de uma blumenauense resultou em uma onda de solidariedade de designers que querem ajudar os pequenos empreendedores a enfrentar as dificuldades por conta do novo coronavírus. Eles criam artes gratuitamente aos profissionais, que podem usar o material nas próprias redes sociais e divulgar os serviços ou produtos.

    ​​> Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Com a pandemia e as medidas de isolamento, muitos amargam prejuízos desde o mês passado, quando o primeiro decreto do governador Carlos Moisés da Silva foi assinado. Daniela Fernanda, que é designer freelancer e vive em Blumenau, sentiu os reflexos das medidas no bolso, já que o volume de trabalho dela diminuiu. Com pouca demanda, chegou a pensar em desistir da profissão, mas viu no voluntariado uma forma de aproveitar o tempo livre e levar esperança a quem também está passando por dias difíceis.

    Na noite desta terça-feira (21) ela publicou no próprio perfil do Instagram que criaria três artes de divulgação a duas pessoas. O resultado: 11 manifestaram o interesse. A moradora do bairro Itoupavazinha contou a história em um grupo do Facebook que reúne designers de todo o país e não demorou para muitos se tornarem voluntários.

    — Eu criei um grupo no WhatsApp e já somos 28 designers. Os pedidos chegam, eu jogo no grupo e as pessoas dizem "eu pego", "esse eu faço". Depois eu passo o contato do empreendedor para o designer e ele faz a arte — conta Daniela.

    No Instagram, eles se tornaram os Designers do Bem. Pela página é possível solicitar o serviço voluntário - que se restringe a uma arte por pessoa e não inclui a criação de logos ou outros materiais publicitários. Alguns pequenos negócios da região, como de Blumenau e Pomerode, já receberam as primeiras criações de Daniela. Mas os trabalho não é restrito a Santa Catarina. Empreendedores de todos os cantos do Brasil podem participar da ação.

    ​> VÍDEO: Shopping de Blumenau reabre com muito movimento e apresentação musical

    — Quando vi aquele anúncio nem acreditei porque poderia anunciar para os clientes que estava trabalhando — comemora Sarah da Costa Vianna, que ganhou as três artes de Daniela.

    Sarah mora no Rio de Janeiro e viu a publicação por acaso. Ela, que trabalhava na área da Educação, foi demitida por causa da pandemia e teve de tornar a venda de cosméticos - que antes gerava uma renda extra - em trabalho principal. Com a ajuda de Daniela, conseguirá informar isso aos clientes com mais facilidade.

    — A ideia é criar uma arte para que as pessoas possam divulgar o trabalho delas nas redes sociais e ajudar a alavancar as empresas de novo — espera a designer.

    Saiba mais: Clique aqui para conhecer o perfil dos Designers do Bem no Instagram ou clique aqui para falar com Daniela pelo Facebook.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas