O publicitário Jeferson Monteiro, criador do personagem Dilma Bolada, postou em seu perfil pessoal no Facebook que não irá mais apoiar a presidente Dilma Rousseff. Monteiro, que foi contratado pelo PT para divulgar a imagem de Dilma nas redes sociais, anunciou o rompimento no mesmo dia em que uma pesquisa do Ibope mostra que 69% dos brasileiros reprovam o governo da presidente. Na mensagem, ele critica o fato de Dilma ter oferecido mais espaço ao PMDB no governo e cita o famoso trecho do samba Vou festejar, da cantora Beth Carvalho, que diz: “Você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão”.

Continua depois da publicidade

Perfil Dilma Bolada no Facebook é retirado do ar

No perfil da personagem fictícia Dilma Bolada no Facebook, Monteiro publicou um clipe da música de Beth Carvalho e a frase: “lema do meu segundo mandato”. No Twitter, ele também republicou vários comentários de seguidores com críticas à presidente. Um deles diz que o rompimento da Dilma fictícia com o governo estava repercutindo mais que o do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Foto: Reprodução / Facebook

Continua depois da publicidade

Dilma Bolada se tornou um fenômeno de popularidade, alcançando mais de 1,6 milhão de seguidores no Facebook e 472 mil no Twitter.

No ano passado, o publicitário chegou a ser recebido por Dilma no Palácio da Alvorada após as eleições. Apesar de admitir que recebeu propostas para fechar um contrato durante a campanha, ele afirmou na época que não havia chegado a um acordo e que nunca havia recebido dinheiro nem do governo nem do PT para continuar declarando o seu apoio à presidente.

Após uma semana, perfil Dilma Bolada volta ao ar nas redes sociais

Desde a criação do personagem, Jeferson Monteiro esteve envolvido em algumas polêmicas. Ele chegou a afirmar que sofreu assédio do PSDB para que seu personagem mudasse de lado e passasse a apoiar o tucano Aécio Neves nas últimas eleições.

Continua depois da publicidade

Destaques do NSC Total