nsc

publicidade

Brasileiro

Criciúma e Figueirense precisam se superar pela permanência na Série B 

No Z4, equipes de SC necessitam de aproveitamento melhor do que tiveram até agora para não serem rebaixadas  

17/09/2019 - 10h15 - Atualizada em: 17/09/2019 - 10h57

Compartilhe

João Lucas
Por João Lucas Cardoso
Criciúma e Figueirense brigam contra o rebaixamento na Série B 2019
Criciúma e Figueirense brigam contra o rebaixamento na Série B 2019
(Foto: )

Criciúma e Figueirense vão precisar produzir mais na Série B 2019 do que conseguiram até agora para poder terminar a competição fora da zona de rebaixamento. Os dois representantes de Santa Catarina estão no Z4 da competição. Para deixar o setor da tabela da classificação e alcançar a permanência, precisam nos 16 jogos que têm pela frente um percentual de aproveitamento maior do que tiveram até este momento, passadas 22 rodadas.

Os 45 pontos tido como ideais, não são necessários. Mas neste instante da Série B 2019, chegar aos 44 dá uma margem razoável de permanência, de 17,7% de chance, segundo o departamento de matemática da UFMG, que calcula probabilidades nas séries A e B do Campeonato Brasileiro.

O Criciúma é o único catarinense com risco de degola inferior a 50% atualmente - contando os representantes do Estado na Série A, Avaí e Chapecoense. Mas para chegar aos 44 pontos o Tigre precisa de aproveitamento maior ao que tem até agora. O Tigre somou 34,48% dos pontos em 22 jogos, e vai precisar juntar 43,7% nas 16 partidas pela frente. Precisa somar 21 aos 23 que já tem. Portanto, necessita de sete vitórias. É o desafio do técnico Waguinho Dias, que após três partidas no comando, ainda não comemorou triunfo.

No Figueirense a conta é parecida, embora tenha 64,5% de probabilidade de rebaixamento. Tem aproveitamento de 33,% e vai precisar de 45,8% nas partidas que estão por vir. Precisa encerrar a série sem triunfo, que chegou a 13 partidas com a derrota por 2 a 1 para o Sport no último domingo, e objetivamente somar 22 pontos (sete vitórias e um empate), dos 48 que estarão em disputa até o final de novembro.

Criciúma

Colocação: 17º - 23 pontos (34,8% de aproveitamento)

48,8% chance de rebaixamento

Para escapar com 44 pontos*:

Falta 21 pontos - 7 vitórias - aproveitamento de 43,7% em 16 jogos

Próximos jogos:

Sexta - Atlético-GO - casa

Dia 24 - Guarani - fora

Dia 28 - Botafogo-SP - casa

Figueirense

Colocação: 19º - 22 pontos (33,3% de aproveitamento)

64,5% chance de rebaixamento

Para escapar com 44 pontos*:

Falta 22 pontos - 7 vitórias e 1 empate - aproveitamento de 45,8% em 16 jogos

Próximos jogos:

Quinta - Brasil-RS - fora

Dia 24 - Bragantino - casa

Dia 27 - Atlético-GO - fora

Segundo UFMG para escapar 44 pontos - 17,7% de chance

Leia mais notícias do esporte em Santa Catarina no NSC Total.

Deixe seu comentário:

publicidade