publicidade

Esportes
Navegue por

Estadual 

Criciúma e Metropolitano se enfrentam em busca da reação 

Em baixa, Tigre e Verdão medem forças no sábado, às 17h, no Sul do Estado 

09/02/2019 - 07h00 - Atualizada em: 09/02/2019 - 06h58

Compartilhe

Lariane
Por Lariane Cagnini
Equipes vêm de derrotas no Catarinense
(Foto: )

A cobrança, natural no futebol, tem ficado cada vez mais intensa pelas bandas do Heriberto Hülse. O Criciúma só ganhou uma partida em casa no Campeonato Catarinense, e precisa começar a reagir se quiser chegar à primeira meta do ano: as semifinais do Estadual. Neste sábado, às 17h, diante do Metropolitano, o técnico Doriva vai a campo com mudanças no time, em busca dos três pontos.

O zagueiro Sandro está de volta, e vai fazer dupla com o uruguaio Federico Platero, que estreia com a camisa do clube. No meio-campo, Gabriel Henrique entra na posição de Zé Augusto, para deixar o setor mais veloz e ofensivo.

– A pressão é natural, mas não mudo a minha maneira de pensar futebol. Sempre vou querer que a minha equipe tenha a bola, óbvio que tem que atrelar performance com aproveitamento, não adianta bons jogos como temos feito e não fazer gols. Tem que ter o resultado atrelado a esse jogo de posse de bola, isso é evidente, e a gente está cobrando, incentivando, trabalhando para que os gols possam acontecer – comentou Doriva.

Além da cobrança da arquibancada, a semana foi de conversa séria do presidente Jaime Dal Farra com os jogadores e comissão. O treinador saiu em defesa do gestor do clube, e disse que cabe a cada um canalizar a pressão e transformá-la em reação dentro de campo.

– A gente sabe que vai enfrentar um adversário duro, não adianta achar que vai ganhar de qualquer jeito. Todos os jogos tiveram uma dificuldade imposta, e esse jogo com certeza vai ter também a dificuldade. Cabe a nós fazermos um grande jogo e conseguir vencer o Metropolitano. O mais importante nesse momento é a vitória – resumiu Doriva.

O Criciúma, que só fez três gols até agora, só não balançou menos a rede do que o adversário, que marcou duas vezes. O Metropolitano é o vice-lanterna da competição e ainda não venceu nenhuma partida. Foram três empates e três derrotas, e a campanha motivou a troca da comissão técnica. O jogo contra o Tigre marca o retorno de Abel Ribeiro ao comando do time, onde já esteve em 2013 e 2014.

Com a semana livre para trabalhar, o treinador aproveitou para conversar com os atletas e buscar adaptar o grupo ao trabalho que ele propõe.

– Vamos tentar encaixar umas peças. O Criciúma vai entrar pressionado e precisamos tirar proveito disso. Nós temos que encaixar a marcação rápido e trabalhar para ter o controle da bola e do jogo – ponderou o treinador do Metropolitano.

Abel não deve fazer grandes mudanças na equipe. A principal alteração em relação ao time que perdeu para o Marcílio Dias é o retorno de Leandro Melo ao meio-campo. Ele formará a dupla de volantes ao lado de Negueba, no lugar de Michel Schmoller.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA X METROPOLITANO

CRICIÚMA

Bruno Grassi; Carlos Eduardo, Sandro, Federico Platero e Marlon; Gabriel Henrique, Eduardo e Daniel Costa; Reis, Pedro Bortoluzzo e Ceará. Técnico: Doriva.

METROPOLITANO

Igor Koheler; Paulinho, Café, Clau e Jefinho; Leandro Melo, Negueba, Angelo, Ruan Oliveira e Ari Moura; Trípodi (Júnior Pirambu). Técnico: Abel Ribeiro.

ARBITRAGEM: William Machado Steffen, auxiliado por Henrique Neu Ribeiro e Gizeli Casaril.

DATA E HORÁRIO: às 17h de sábado.

LOCAL: Heriberto Hülse, Criciúma.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação