nsc

publicidade

Um pontinho

Criciúma sai na frente, sofre virada mas busca ponto em casa no 2 a 2 contra o Brasil-RS

Tigre balançou a rede com Vinicius e Daniel Costa

08/10/2019 - 22h28 - Atualizada em: 09/10/2019 - 11h51

Compartilhe

Por Lariane Cagnini
(Foto: )

Em uma partida movimentada com direito a pênalti, gol anulado, expulsão e gol contra, Criciúma e Brasil-RS empataram em 2 a 2 na noite desta terça-feira no Heriberto Hülse. Os donos da casa saíram na frente, cederam a virada e buscaram o empate na segundo tempo, mas o ponto conquistado não foi suficiente para tirar o Tigre do Z4.

Com a necessidade da vitória, o Criciúma começou intenso e logo abriu o placar, aos 7 minutos. Na cobrança de falta de Daniel Costa, Vinicius desviou de cabeça e marcou o primeiro gol dele com a camisa do Tigre. Dois minutos depois, numa cobrança semelhante, Sandro mandou para o gol, mas a arbitragem assinalou impedimento e o lance não valeu.

O empate veio em seguida, na cobrança de escanteio. Thales mandou contra o próprio patrimônio, aos 12 minutos. Os dois times deram trabalho para os goleiros, até que aos 35, o Brasil virou. No cruzamento de Diogo Oliveira, Washington subiu mais que todo mundo e mandou para a rede. Já nos acréscimos, Léo Gamalho tentou de cabeça, Marcão fez bela defesa e o Tigre foi para o vestiário em desvantagem.

Na saída do gramado, Vinicius reforçou a necessidade de buscar o resultado na etapa final, e que o Criciúma teria que voltar ainda mais forte. Na insistência, os donos da casa povoavam o campo adversário, até que Rodrigo Alves derrubou Andrew dentro da área. Daniel Costa cobrou o pênalti com perfeição e empatou aos 23 minutos. Com a expulsão de Ricardo Luz, o Xavante ficou com um a menos, mas apesar da pressão o Criciúma não conseguiu buscar a virada.

Para manter a sequência positiva no campeonato, o Criciúma vai a Curitiba no final de semana. O Tigre enfrenta o Coritiba, que venceu e encostou no G4. O jogo é no sábado, às 16h30min, no Estádio Couto Pereira. Para a partida, cavalo terá que mexer em pelo menos duas peças: o volante Eduardo e o lateral-direito Carlos Eduardo levaram o terceiro amarelo e cumprem suspensão automática.

FICHA CRICIÚMA x BRASIL-RS

GOLS: Vinicius, para o Criciúma, aos 7 minutos, e Thales, contra, aos 12 minutos. Washington, do Brasil-RS, aos 35 do primeiro tempo. Daniel Costa, para o Criciúma, aos 23 da etapa final.

CARTÕES AMARELOS: Ricardo Luz, Leandro Camilo, Leandro Leite, Juba, do Brasil. Eduardo, Carlos Eduardo, Andrew, do Criciúma.

CARTÃO VERMELHO: Ricardo Luz, do Brasil-RS.

CRICIÚMA - 2

Luiz; Carlos Eduardo (Andrew), Thales, Sandro e Marlon; Eduardo (Reinaldo), Wesley, Foguinho e Daniel Costa (Reis); Vinicius e Léo Gamalho. Técnico: Roberto Cavalo.

BRASIL-RS - 2

Marcão, Ricardo Luz, Bruno Aguiar, Leandro Camilo (Heverton) e Willian Formiga; Leandro Leite, Washington e Diogo Oliveira (Pereira); Rodrigo Alves (Ari Moura), Juba e Guilherme Queiróz. Técnico: Bolívar.

ARBITRAGEM: Igor Junio Benevenuto de Oliveira, auxiliado por Marconi Helbert Vieira e Leonardo Henrique Pereira (trio de MG).

LOCAL: Heriberto Hulse.

PÚBLICO: 7.229.

RENDA: R$ 110.640,00.

​​​Leia mais notícias sobre o Criciúma EC no NSC Total.​​

​​Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade