nsc

publicidade

Série B

Criciúma vence o Avaí em jogo de cinco gols no Heriberto Hülse

Leão teve mais volume de jogo, mas o Tigre foi fatal nas chances que teve e ganhou por 3 a 2

15/09/2018 - 15h24 - Atualizada em: 15/09/2018 - 16h06

Compartilhe

Por Redação NSC
Elvis deu assistência para o primeiro gol do Criciúma e fez o segundo
Elvis deu assistência para o primeiro gol do Criciúma e fez o segundo
(Foto: )

Foi um jogo daqueles.

Criciúma e Avaí fizeram um duelo aberto e imprevisível do início ao fim no estádio Heriberto Hülse. Os visitantes tiveram mais posse de bola e mais finalizações, mas foram os anfitriões quem levaram vantagem na estatística que mais importa: bola na rede. Nesse quesito, o Tigre derrotou o Leão por 3 a 2 e chegou a terceira vitória consecutiva pela primeira vez na Série B. O Avaí continua com a sina de desperdiçar pontos em jogos em que tem mais volume de jogo que o adversário.

O resultado alivia a situação para o Criciúma, que fica a seis pontos de distância da zona de rebaixamento. Pelo lado do Avaí, o G-4 ficará para depois.

Os dois times voltam a campo só no próximo sábado. Às 16h30min, o Tigre encara o Paysandu em Belém (PA). Depois, às 21h, o Avaí recebe o Sampaio Corrêa na Ressacada.

Leão ofensivo e Tigre mais eficaz

O Leão começou melhor o jogo, procurando as laterais com Guga e Capa. Com marcação alta sobre o Tigre, o Avaí não deixou os anfitriões jogarem, ao mesmo tempo que tinha liberdade para avançar.

Logo no segundo minuto, André Moritz cobrou uma falta da entrada da área com força, mas no centro do gol. Após fazer a defesa, Luiz errou o passe para Sueliton ao sair jogando e o lateral foi obrigado a fazer outra falta na entrada da área. Renato bateu e mandou na barreira.

A primeira chance do Criciúma também foi com falta, aos sete minutos. A longa distância, Marlon mandou uma bomba e a bola passou à direita do gol defendido por Aranha.

O Avaí colocou pressão, mas não a converteu em chances reais de gol. As investidas dos visitantes paravam na defesa do Criciúma tanto por baixo quanto pelo alto. O Tigre só foi corrigir a marcação nas laterais na metade do primeiro tempo, quando Vitor Feijão passou a acompanhar Guga mais de perto.

Avaí melhor, mas Criciúma mais eficiente. Aos 25 minutos, Elvis cobrou uma falta quase da linha do meio de campo, pelo lado esquerdo e mandou na área. O zagueiro Sandro subiu mais que todo mundo e cabeceou no canto direito de Aranha para abrir o placar a favor do time carvoeiro. Começava a festa da torcida da casa.

Sandro abriu o placar de cabeça
Sandro abriu o placar de cabeça
(Foto: )

O gol não chegou a mudar o panorama do jogo e parecia que o Avaí continuaria dando trabalho ao Tigre. Aos 32 minutos, porém, Capa errou o domínio na entrada da área e Vitor Feijão roubou a bola para arrancar em velocidade. A zaga azurra fechou a porta e o Tigre foi obrigado a trocar passes na entrada da área. A bola circulou de lado a lado, até que Feijão recebeu na direita e viu Elvis entrando sozinho na área. O atacante rolou e meia finalizou de primeira para ampliar.

Elvis fez o segundo gol do Criciúma
Elvis fez o segundo gol do Criciúma
(Foto: )

O jogo ficou mais fechado após o segundo gol do Criciúma e o Avaí não teve mais tanta facilidade para subir. Antes do fim do primeiro tempo, o Leão quase empatou com uma cabeçada de Rômulo em um cruzamento da direita. A bola passou poucos centímetros acima do travessão.

Avaí volta melhor e empata

No intervalo, o técnico Geninho abriu mão do esquema de três zagueiros e tirou Marquinhos Santos para dar lugar ao atacante Gabriel Lima.

Mais ofensivo, o Avaí começou o segundo tempo com tudo. Logo no primeiro ataque, Rômulo recebeu na entrada da área pelo lado esquerdo, limpou a marcação de Sueliton e bateu colocado no canto direito de Luiz. O goleiro não alcançou e o Leão descontou, empolgando a torcida visitante.

Rômulo finalizou com precisão para descontar
Rômulo finalizou com precisão para descontar
(Foto: )

O Tigre respondeu com uma bola na trave de Elvis em cobrança direta de escanteio, mas o time azurra seguiu melhor.

Aos oito minutos, Guga da direita cruzou no segundo pau e encontrou Daniel Amorim, que subiu mais que Sueliton e deixou tudo igual no Majestoso.

Daniel Amorim deixou tudo igual em Criciúma
Daniel Amorim deixou tudo igual em Criciúma
(Foto: )

Andrew entra para decidir

Mazola também mandou o time ao ataque e deixou o jogo ainda mais aberto. A primeira mudança foi a entrada do atacante Andrew na vaga de Marlon Freitas. Do outro lado, Geninho tentava povoar mais o meio.

Na metade do segundo tempo, o jogo ficou quente, com faltas duras e muito bate-boca dentro de campo, mas as finalizações e jogadas no último terço do campo ficaram mais escassas.

Jogo ficou duro no segundo tempo
Jogo ficou duro no segundo tempo
(Foto: )

Quando chegou, o Tigre foi fatal mais uma vez. Aos 37 minutos, em cobrança de escanteio pela direita, Sandro subiu mais que todo mundo e cabeceou. Aranha chegou a defender, mas rebateu nos pés de Andrew, o aniversariante que não desperdiçou e colocou o Criciúma de novo na frente.

O Avaí foi com tudo para cima no fim da partida. Na melhor chance, aos 45, Luanzinho invadiu a área e finalizou com força, mas Luiz salvou o Criciúma.

Nos acréscimos, Marlon provocou a torcida avaiana e Maurinho chegou para tirar satisfação. O árbitro Pericles Bassols Pegado Cortez mostrou o cartão vermelho para os dois.

Com a bola rolando, não houve tempo para mais nada.

Aniversariante, Andrew entrou e fez o terceiro gol do Tigre
Aniversariante, Andrew entrou e fez o terceiro gol do Tigre
(Foto: )

FICHA TÉCNICA - Criciúma 3 x 2 Avaí

CRICIÚMA

Luiz; Sueliton, Nino, Sandro e Marlon; Liel, Fábio Ferreira (Luiz Fernando), Marlon Freitas (Andrew) e Elvis; Vitor Feijão e Zé Carlos (Joanderson). Técnico: Mazola Júnior.

AVAÍ

Aranha; Airton, Marquinhos Silva (Gabriel Lima) e Betão; Guga, Judson, André Moritz (Maurinho), Renato e Capa; Romulo e Daniel Amorim (Luanzinho). Técnico: Geninho.

GOLS: Sandro, aos 25 do 1ºT, Elvis, aos 32 do 1ºT, e Andrew, aos 37 do 2ºT (C). Rômulo, aos 2, e Daniel Amorim, aos 8, do 2ºT (A).

CARTÕES AMARELOS: Sueliton, Elvis, Liel e Andrew (C). Betão e Guga (A)

CARTÕES VERMELHOS: Marlon (C). Maurinho (A).

ARBITRAGEM: Pericles Bassols Pegado Cortez, auxiliado por Clovis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite.

PÚBLICO E RENDA: 5.399, para renda de R$ 95.010.

DATA E HORA: às 16h30min deste sábado.

LOCAL: Heriberto Hülse, em Criciúma.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro

Deixe seu comentário:

publicidade