publicidade

Polícia
Navegue por

ESTÚDIO DE ANIMAÇÃO

Criminoso teria gritado "morram" antes de atear fogo, diz testemunha de incêndio no Japão 

Se confirmada a origem criminosa das chamas, este será um dos ataques mais letais das últimas décadas no país 

18/07/2019 - 17h36

Compartilhe

Por Folhapress
Se confirmada a origem criminosa das chamas, este será um dos ataques mais letais das últimas décadas no país
(Foto: )

Uma testemunha contou à polícia que — antes de atear fogo em um estúdio de animação na cidade de Kyoto, oeste do Japão —, um homem teria gritado "morram". O suspeito despejou gasolina ao redor do prédio onde funcionava o Kyoto Animation, e em seguida colocou fogo no edifício.

O incêndio começou por volta das 10h30min de quinta-feira (22h30min de quarta em Brasília), matou ao menos 33 pessoas e deixou dezenas de feridos.

Se confirmada a origem criminosa do incêndio, este será um dos ataques mais letais das últimas décadas no Japão, país que tem baixos índices de violência.

O premiê japonês, Shinzo Abe, manifestou solidariedade após o ocorrido.

— Tantas pessoas foram mortas ou feridas. É tão terrível que não consigo encontrar o que dizer. Eu rezo por suas almas.

O estúdio Kyoto Animation — conhecido como KyoAmi — produz séries de sucesso para a TV, especialmente animes, tais como "Violet Evergarden", exibido pela Netflix.

Campanhas de financiamento coletivo foram iniciadas por fãs das séries produzidas pelo estúdio. Uma delas arrecadou mais de US$ 800 milhões em apenas 12 horas.

Leia outras notícias internacionais no NSC Total

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação