nsc

publicidade

José Eduardo Fiates

Crônicas de um Futuro Possível: Floripa Conecta 2022 

O ano é 2022; o local: Florianópolis; estamos no mês de agosto, exatamente quando ocorre a quarta edição do Floripa Conecta, um conjunto de eventos nas áreas de inovação, empreendedorismo e indústria criativa

21/08/2019 - 05h35

Compartilhe

Por Tech SC

(Foto: )

O ano é 2022. Comemoração do Bicentenário da Independência do Brasil. O local: Florianópolis, uma das cidades mais desejadas e amadas do Brasil, escolhida por pessoas de todas as nações para morar, empreender e inovar. Estamos no mês de agosto, exatamente quando ocorre a quarta edição do Floripa Conecta, um conjunto de eventos nas áreas de inovação, empreendedorismo e indústria criativa, que nasceu com o propósito de se tornar a maior referência desse tipo de iniciativa no hemisfério Sul, reunindo num período de 10 dias algumas dezenas de eventos e milhares de participantes.

Tudo começou a ser pensado no início de 2016 por um grupo de “malucos” que estava incomodado com a pouca visibilidade da cidade no âmbito nacional e mundial, apesar dos excelentes resultados das startups surgidas na cidade e do próprio ecossistema de empreendedorismo como um todo. Ao mesmo tempo, ficava claro a importância de surgir eventos para capacitação, divulgação e promoção da cidade e, em especial, do setor de tecnologia. O processo de criação avançou após uma visita aos Estados Unidos para participar do grande evento mundial referência nessa área chamado de South by Southwest, em Austin, no início de 2018, contando com diversas lideranças empresariais, acadêmicas e de governo.

O grupo retornou convicto da importância de se realizar um evento daquele porte e daquela natureza, e imediatamente criou uma estratégia e uma agenda de trabalho para viabilizar. Ainda no ano de 2018, uma parte do grupo também participou do Web Summit, em Lisboa, para coletar informações e consolidar os conceitos.

Foi o suficiente para que as ideias começassem a virar realidade. Em sua primeira edição em 2019, o Floripa Conecta contou com 52 eventos e quase 50 mil participantes, mostrando que nascia para ser um sucesso. Como indica o próprio nome, Floripa Conecta, os principais propósitos do evento são: reforçar a marca Florianópolis no Brasil e no mundo e realizar um conjunto de iniciativas que permitem a conexão, a interação e atuação conjunta entre pessoas, empresas e instituições. O crescimento do Floripa Conecta foi imediato e impressionante.

E quatro anos chegamos a essa edição de 2022, com a previsão de 200 mil participantes. Mas além dos números do crescimento, chama atenção a conquista de alguns destaques nacionais e mundiais que já fazem parte do Conecta. Como previsto e planejado, o evento realmente estimulou o surgimento de alguns casos de referência mundial.

O encontro de startups do Floripa Conecta já é um dos três maiores do mundo, reunindo mais de 10 mil empreendedores que vem para cidade trocar informações, reforçar o network e encontrar oportunidades comerciais e de investimento de capital de risco.

Como consequência dessa concentração acontece também nessa semana o maior hackathon do mundo, reunido 10 mil empreendedores que participam ao longo de dois dias de uma maratona na forma de hackathon, que envolve a busca de soluções para desafios empresariais de grandes multinacionais, os maiores problemas das indústrias e até desafios sociais e ambientais propostos por cidades de todo o Brasil. No dia seguinte ocorre o maior evento de recrutamento do mundo, em que 5 mil profissionais com perfis diversos participam de sessões coletivas de seleção, formação e recrutamento por parte de empresas de todos os portes e todos os setores que estão em busca de pessoas com perfil criativo e empreendedor.

Toda essa gente também quer se divertir e curtir a Ilha, e foi por isso que nasceu o evento Floripa Conecta "Dinner", uma iniciativa que reúne cerca de 100 restaurantes que recebem em cada dia um ou mais chefs renomados internacionalmente que durante o dia participam de um grande encontro de especialistas em gastronomia no âmbito de uma feira de inovações na área. À noite, estes chefs se concentram em assumir as cozinhas de restaurantes que atendem mais de 30 mil pessoas por noite, oferecendo os mais criativos e saborosos cardápios, além de uma excelente oportunidade para interagir e conectar.

Tech SC: fique por dentro do universo da tecnologia em Santa Catarina​​​​ ​​

O Floripa Conecta também já conta com sua espécie de “Parade Cow” (evento que promove ações sociais por meio de uma rede de esculturas de vacas coloridas pela cidade), na forma de uma exposição de esculturas criativas com temas livres sobre inovação, criatividade e empreendedorismo, que se espalham por cerca de 200 pontos da cidade deixando um legado de presente para Florianópolis e que já constituem o Museu aberto do Floripa Conecta, com mais de 300 obras na forma de escultura, grafites, afrescos e outras instalações e manifestações culturais espalhadas por toda a Ilha.

Outro evento marcante na área da cultura é o “Encontro de Baterias”, que já bate o recorde mundial do número de baterias e agora também contempla outros instrumentos, como guitarras, saxofones, violinos e outros instrumentos que estão transformando este evento na maior banda diversificada e participativa do mundo, com mais de dois mil participantes.

Como ninguém é de ferro, ocorre também o Festival de Surf dos Empreendedores de Tecnologia, que reúne 10 mil participantes na Praia da Joaquina para acompanhar a performance de empreendedores. Também participam celebridades como esportistas, artistas e outras figuras notáveis e conhecidas mundialmente, que vem para confraternizar nas águas frias da Joaquina, mas curtindo o clima caloroso da cidade.

Este ano o Floripa Conecta também recebe dois novos eventos de integração regional, o Santa Catarina Conecta e o Brasil Conecta, dois espaços voltados para receber ambientes de cidades que também querem se tornar referência em inovação e empreendedorismo e buscam utilizar o evento para estimular os seus ecossistemas. Aliás, ecossistema é um conceito básico do evento do Floripa Conecta, pois integra as pessoas e instituições que construíram a base de relacionamento e de empreendimentos inovadores ao longo de mais de 60 anos desde a criação da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), que é alma e o coração do ecossistema e, portanto, do próprio evento.

O Floripa Conecta é um evento “ecossistêmico”, não tem dono, nem se importa sobre quem é o protagonista. Por ser uma iniciativa feita por todos, para todos e com todos, esta causa comum se percebe na abertura e no encerramento do evento, que ocorre na Praça Floripa Conecta, no Sapiens Parque. É lá onde fica o Centro de Eventos que recebeu os primeiros congressos e encontros em 2019 e, agora conta com nova arena para 20 mil pessoas com equipamentos abertos e integrados, que recebem mais de 100 mil pessoas nas áreas abertas, um projeto que já ganhou diversos prêmios internacionais de arquitetura.

Dentre estes eventos, destaca-se o grande show de encerramento da edição desse ano com a participação da Banda U2, liderada pelo vocalista Bono. Aliás, Bono já é “figura fácil” no Floripa Conecta e se auto intitula um fã do encontro de modo que a cada ano traz novas lideranças e amigos engajados com a promoção da paz, sustentabilidade e de outras iniciativas empreendedoras e culturais ao redor do mundo. Esse ano ele trouxe e ajudou a trazer diversas celebridades e notáveis como Barack Obama, que já tinha visitado o Sapiens Parque antes, os dois últimos vencedores do Nobel de literatura e física, artistas como Madonna, Tom Hanks e Angelita Jolie, esportistas como Usain Bolt, Lionel Messi, Luís Hamilton, além do manezinho Guga, empresários como os fundadores do Google e de algumas das principais empresas de tecnologia do mundo, curadores de museus, como Guggenheim, e lideranças de várias das maiores Family Offices doadores do mundo.

Esta comunidade internacional vem apoiando várias das iniciativas, que são expostas e se apresentam no Floripa Conecta. Elas acabam apostando em novos projetos apresentados a cada ano pelo próprio evento, muitos dos quais tem sido aplicado na cidade, gerando inovações em mobilidade, telecomunicações, formação de jovens, segurança pública compartilhada, desenvolvimento de comunidades carentes, projetos e ações culturais entre outros.

O evento conquistou a cidade e se espalha por todos os cantos. No Sul, além dos restaurantes que fazem parte do evento, ocorrem eventos relacionados à maricultura e à cultura açoriana. No Centro, especialmente na ala leste que foi revitalizada e que hoje é um dinâmico centro de empresas de economia criativa, ocorrem eventos de arte, cultura, cinema e animação.

Aliás, outro destaque é o maior evento de Game Cocreation do mundo, em que mil desenvolvedores coordenados por lideranças técnicas renomadas, criam um game coletivo que integra as mais inovadoras tecnologias disponíveis de realidade virtual e augmented reality, com técnicas de narrativa de RPG, estéticas, inovadoras e lógicas de jogabilidade aplicáveis desde entretenimento até a educação e os serious game empresariais.

O Game desse ano já está comprado por uma gigantesca empresa mundial, que acredita no talento coletivo na interação de cabeças privilegiadas e criativas para gerar ideias “fora da caixa”. Na região da Lagoa, além dos eventos esportivos e culturais, ocorre a concentração dos eventos dos artistas plásticos, poetas e membros da indústria da literatura e do conteúdo digital. Finalmente, ao longo da SC-401 até o Sapiens Parque, ocorrem inúmeros eventos de tecnologia, startups e inovação.

Enfim, o Floripa Conecta oficialmente passou a ser um experimento vivo, um ecossistema que se aperfeiçoa a cada ano, criando novos desafios, novas características e recebendo novos parceiros, conquistando novas amizades e se constituindo num momento único na vida de empresas, pessoas e, principalmente, da cidade. Mais do que um conjunto de eventos integrados, o maior valor do Floripa Conecta é ter se tornado naturalmente um evento de conexão e network, de confiança e harmonia. Um encontro muito especial, com gente superbacana, numa Ilha encantada chamada Floripa.

* As CRÔNICAS DE UM FUTURO POSSÍVEL foram concebidas pelo autor para provocar a reflexão acerca de temas que se fundamentam em fatos e dados da realidade atual para explorar novas possibilidades e alternativas de futuro que estimulem e promovam a geração de novas ideias, mudanças de comportamento, conceitos criativos, tecnologias inovadoras e visões de futuro diferenciadas e inspiradoras.

Deixe seu comentário:

publicidade