nsc

publicidade

Centrosul

Da cantora ao banqueiro, evento em Florianópolis reforça a coragem para os negócios

Startup, inovação, marketing, cases de sucesso, vendas e gestão de pessoas foram temas abordados em evento de empreendedorismo em Florianópolis

08/07/2019 - 22h58 - Atualizada em: 08/07/2019 - 23h28

Compartilhe

Por Redação NSC
Anitta no Empreende Brazil Conference, em Florianópolis (SC)
Anitta subiu ao palco do Empreende Brazil para falar sobre empreendedorismo
(Foto: )

Uma celebridade da música internacional, nascida no subúrbio do Rio de Janeiro, que hoje é respeitada também no meio empresarial. Anitta entrou com status de estrela no palco do Empreende Brazil Conference, sábado (6), no Centrosul, em Florianópolis. Mas ela não estava ali para cantar. Diante de empresários e profissionais liberais de diferentes partes do país, a carioca de 26 anos contou um pouco do trabalho como empreendedora, da trajetória na música e dos planos para o futuro.

Larissa de Macedo Machado, mais conhecida pelo nome artístico Anitta, revelou que pretende parar de fazer shows aos 30 anos e se dedicar à formação de novos artistas. Em um recado a quem deseja empreender mas esbarra na falta de coragem, lembrou que tinha medo de que tudo desse errado na carreira como cantora.

— É preciso isolar o medo. E essa geração mais nova precisa entender que sempre é possível recomeçar — frisou.

A empresária Anitta comanda equipes no Brasil e em mais quatro países: Colômbia, Espanha, Estados Unidos e México. Para que nada saia dos trilhos, organiza tudo pelo celular, de forma que os grupos de trabalho sejam exclusivos para conversas sobre o trabalho.

— Eu deixo toda a minha empresa no celular, de uma maneira muito organizada, onde mesmo eu tendo as mesmas pessoas na equipe, elas estão separadas por departamentos em diferentes grupos no whatsapp. Cada janela de conversa é para tratar de um tema específico, como contrato, financeiro, imagem, composição, entre outros — disse.

Antes de Anitta subir ao palco, coube ao banqueiro e administrador de empresas João Amoêdo abrir o sábado do Empreende Brazil no Centrosul. Ele destacou que é preciso saber transformar os problemas em oportunidades e que empreender é correr riscos.

— Para ter sucesso é preciso estabelecer estratégia, elencando prioridades e sempre mantendo o foco. Além disso, muitas vezes é mais importante saber lidar com o sucesso, do que com o fracasso. Quando as pessoas vão bem em um tipo de negócio, elas tendem a achar que irão se dar bem em outros, mas na verdade esse deslumbramento pode vir a prejudicar — disse.

Empreende Brazil Conference em Florianópolis
Empreende Brazil recebeu mais de 3.500 pessoas no Centrosul, em Florianópolis, no sábado (6)
(Foto: )

Da inovação à gestão de pessoas

No período da tarde, trilhas simultâneas abordaram temas como startup, inovação, marketing, franquias, cases de sucesso, vendas, gestão de pessoas, entre outros. Entre os nomes de peso estavam o coach número 1 da América Latina, Vinícius Carvalho, e Cinthia Santini, da Great Place to Work, responsável por reconhecer as melhores empresas para se trabalhar no mundo.

Ainda teve Roberto Prado, diretor da Microsoft Brasil, e Suryavan Solar, que abordou o empreendedorismo de propósito e qual o papel na orientação de líderes, empresários e outros profissionais. No quadro de especialistas também estavam Diogo Rejtman Guimarães, Director Omnichannal Consumer Experience Marketing, Max Oliveira, Ceo e Cofundador da MaxMilhas, e Flávia Sampaio, Ceo da Pawer Look.

O empreendedorismo catarinense se fez presente com Jaime de Paula, Ceo do Neoway, os irmãos Leandro e Leonardo Castelo, fundadores da Ecoville, Carolina Linhares, presidente do Movimento Catarinense pela Excelência, e Delton Batista, presidente da ADVB/SC.

À noite, no palco principal, Tiago Fonseca ensinou o público a divulgar o trabalho sem custo. Criador do canal "O Primo Rico" e do best seller "Do mil ao milhão, sem cortar o cafezinho", Thiago Nigro, acompanhado da mulher e parceira nos negócios, Camila Ferreira, deu dicas de como gastar bem o dinheiro, investir melhor e ganhar mais.

Já o idealizador do Empreende Brazil, Lucas Schweitzer, mostrou, por meio de sua história, como ser protagonista na vida. O último palestrante do evento deste ano foi o empresário Eike Batista, que falou de seu momento atual como consultor em empresas unicórnios, nas áreas de mineração, logística e nano tecnologia.

— Nós buscamos inspirar e motivar os empreendedores a tirarem os seus sonhos do papel. Por isso oferecemos um ambiente estrategicamente montado para o fomento ao empreendedorismo, em que além de aumentar a rede de relacionamento do participante, disponibilizamos também conhecimento através de nomes de vanguarda e em um mix temático que contemple da forma mais abrangente possível os principais desafios e novidades do mercado — resumiu Lucas Schweitzer.

Mais de 3.500 pessoas participaram da sexta edição do Empreende Brazil. Foram mais de 50 palestrantes e, neste ano, uma das novidades foi a estrutura para pessoas com problemas auditivos. Todas as palestras do palco principal tiveram tradução em libras.

O próximo evento já tem data confirmada: 27 de junho de 2020.

Ainda não é assinante? Faça sua assinatura do NSC Total para ter acesso ilimitado ao portal, ler as edições digitais dos jornais e aproveitar os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade