publicidade

Verão NSC

Da Polinésia para Santa Catarina: a filosofia da canoa

Em 3.000 anos nada mudou: a disciplina do remo, o respeito pelo mar e pelo próximo e o quase estado de meditação do praticante de Va'a atravessam milênios e ajudam a aumentar a admiração pela arte da canoagem.

11/12/2018 - 06h15 - Atualizada em: 20/12/2018 - 22h20

Compartilhe

Felipe
Por Felipe Carneiro
Canoas havaianas sempre prontas na Lagoa da Conceição, em Florianópolis.
Canoas havaianas sempre prontas na Lagoa da Conceição, em Florianópolis.
(Foto: )

Aos primeiros raios de sol um grupo se dirige para a água, carregando remos e empurrando a canoa estreita e pontiaguda. Todos se sentam em suas posições e o que se ouve é o toque das espátulas na superfície aquática ainda avermelhada da Lagoa da Conceição, em Florianópolis. Essa cena é comum também na Barra da Lagoa, ainda em Floripa ou na Barra de Ibiraquera, em Imbituba, bem como em outras localidades do estado de Santa Catarina.

As pessoas que observamos sobre as embarcações um tanto estranhas aos nossos olhos leigos representam a quadragésima geração de uma arte milenar, popularmente conhecida em sua terra de origem como Va'a. Há três milênios os povos oriundos do triângulo polinésio já utilizavam a canoa para desbravar terras e percorrer grandes distâncias entre as centenas de ilhas da região.

Cada clã construía suas próprias embarcações em uma espécie de ritual espiritual. O significado era extremo, depositando em cada uma delas a bravura e a beleza da comunidade. Va'a, ou canoa, é sinônimo de concentração e respeito até hoje, indo além dos esportes conhecidos por trazer a mais pura forma de filosofia de equipe quando se está na água.

Vale ressaltar que a Canoa Havaiana — nome mais popular no Brasil — , para quem vive seu cotidiano, passa a ser um estilo de vida que transforma a maneira de pensar enquanto ser humano, que equilibra corpo e mente. Yin e Yang, como de sua construção milimetricamente desenhada para suportar as intempéries marinhas e continuar em seu percurso.

Concentrados e sincronizados, em equipe fazem a canoa deslizar rumo ao oceano.
Concentrados e sincronizados, em equipe fazem a canoa deslizar rumo ao oceano.
(Foto: )

Treino ou filosofia?

Para Antonio Gonzaga e Alexey Bevilacqua, sócios do clube Kanaloa Va'a, "filosofia e estilo de vida moldados às necessidades do mar e de convivência em grupo em áreas naturais remotas" é o que melhor define as práticas nas Canoas Havaianas.

— A prática cotidiana leva a uma dinâmica de pequenos desafios e enfrentamentos de medos e limitações, o que leva o indivíduo, em grupo, a um desenvolvimento forçado, mas num ritmo natural, ampliando suas zonas de conforto e capacidades de resposta para as demandas do mar.

Voltamos então ao início do texto, ao respeito, à disciplina e à concentração, em que a canoa havaiana é comparada por Gonzaga a uma arte marcial.

— A canoa não é apenas um esporte, é um estilo de vida e uma ferramenta para buscar uma melhoria na qualidade de vida. A canoagem, no meu caso, é meu estilo de vida, meu trabalho, meu grupo social e é onde consigo vivenciar e aplicar as ideologias em que acredito —, palavras ditas por Evandro Carvalho, o "Alemão" do clube Floripa Va'a.

Ele completa o raciocínio equiparando o esporte à meditação, por exigir que se esqueça do mundo exterior ao embarcar para que toda ajuda seja destinada à equipe. Puro exercício de concentração.

Como em um ritual, os praticantes se reúnem ao amanhecer. Va'a é filosofia.
Como em um ritual, os praticantes se reúnem ao amanhecer. Va'a é filosofia.
(Foto: )

Quem pratica o Va'a?

Quem quiser. Gonzaga destaca que a canoagem é inclusiva e se lembra de que "nas ilhas polinésias a canoa é o símbolo de "Ohana - a família extendida" e este é o espírito que norteia sua prática e desenvolvimento". Outro ponto interessante foi apontado por Carvalho, em que "praticando regularmente as atividades do clube, todas as metas da OMS (Organização Mundial da Saúde) são alcançadas para a manutenção e melhoria da saúde, tanto física, quanto mental".

Pode ser que esteja aí o esporte que você vai começar a praticar neste verão!

Deixe seu comentário:

publicidade