nsc

publicidade

MINISTRA DOS DIREITOS HUMANOS

Damares apresenta a Moro proposta para agravar pena de abuso sexual

Medida seria para casos em que o crime é cometido por pessoas ou profissionais que se aproveitam de situações de confiança; como exemplo, ministra citou líderes religiosos, médicos e professores

07/05/2019 - 10h49 - Atualizada em: 07/05/2019 - 10h52

Compartilhe

Por GaúchaZH
(Foto: )

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, entregou na segunda-feira (6) ao ministro da Justiça e Segurança, Sergio Moro, proposta legislativa para agravar pena nos casos em que o abuso sexual é cometido por pessoas ou profissionais que se aproveitam de situações de confiança para cometerem os crimes. A ministra citou, como exemplo, líderes religiosos, médicos e professores.

O documento foi entregue por representantes da força-tarefa do Ministério Público de Goiás (MP-GO) que investiga o caso do médium João de Deus. O grupo acompanhou Damares na reunião com Moro.

O ministro disse que a proposta será analisada internamente e será avaliada a melhor estratégia para que seja apresentada ao Legislativo.

Em dezembro de 2018, Damares Alves concedeu entrevista ao programa Timeline, da Rádio Gaúcha, e revelou que sofreu com abusos sexuais dos seis aos oito anos de idade. Na ocasião, a ministra afirmou que pretendia, no ministério, trabalhar em defesa da vida de mulheres e crianças, para que nenhuma sofra os mesmos abusos que sofreu durante a infância.

Deixe seu comentário:

publicidade