nsc

publicidade

Copa do Brasil

Daniel Amorim brilha de novo, Avaí vence e elimina o Brasil-RS

Atacante marca os dois gols na vitória por 2 a 0 sobre os gaúchos na Ressacada

07/03/2019 - 21h10 - Atualizada em: 07/03/2019 - 21h11

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Daniel Amorim agradece ajoelhado os dois gols no jogo
(Foto: )

Daniel Amorim voltou a brilhar com a camisa do Avaí na Copa do Brasil. O atacante marcou os dois gols da vitória por 2 a 0 sobre o Brasil-RS na noite desta quinta-feira, na Ressacada, pela segunda fase e classificou o Leão à próxima etapa da competição nacional. Na estreia azurra, ele já tinha sido o responsável direto pela classificação com a goleada por 4 a 1 diante do Real Ariquemes, em Rondônia. Na ocasião, marcou três vezes, mas o árbitro tirou um tento dele e passou para Pedro Castro.

Classificado à terceira fase, o Avaí embolsa R$ 1,450 milhão e vai encarar o Vasco. O time carioca passou pelo Serra-ES por 2 a 0. Na próxima etapa da Copa do Brasil, a classificação será disputada em dois jogos, no sistema de ida e volta, e o prêmio ao vencedor dos duelos é de R$ 1,9 milhão. O sorteio para definir o mando de campo será nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro. O Leão já garantiu a quantia de R$ 3,360 milhões em prêmios.

Na Ressacada, ainda não sofreu gols nesta temporada, o Avaí controlou as ações no primeiro tempo e tomou a iniciativa. Aos seis minutos, Daniel Amorim recebeu dentro da área e fez o pivô para André Moritz. O camisa 30 do Leão bateu rasteiro, mas a bola saiu pela linha de fundo do Xavante. Aos 13, João Paulo passou pela marcação e bateu colocado buscando o canto esquerdo do gol Brasil-RS. A redonda saiu muito perto. Aos 21, Getúlio encobriu o goleiro Carlos Eduardo, mas colocou muita força e errou o alvo.

Com o domínio aparente, a torcida do Avaí tomou um grande susto aos 33. Pará fez o cruzamento da esquerda, Daniel Cruz cabeceou e acertou a trave esquerda da meta de Vladimir. No rebote, Branquinho empurrou para o gol. O árbitro Aparecido Ribeiro de Souza anulou o lance e marcou impedimento que não existiu. Depois disso, o Leão voltou a criar e ter chances para abrir o placar. Aos 39,João Paulo fica com a sobra dentro da área e chuta para defesa de Carlos Eduardo. Aos 41, foi a vez de Pedro Castro bater de longe e mandar por cima do gol dos gaúchos.

Depois do descanso no intervalo, o Avaí voltou com velocidade máxima. Foi aí que a estrela de Daniel Amorim brilhou. Aos dois minutos, a defesa do Brasil-RS vacilou e a bola ficou com João Paulo. O meia rolou para o meio da área, Getúlio viu a movimentação do companheiro e abriu as pernas. O atacante bateu rasteiro no canto direito. A redonda ainda desviou na trave antes de chegar à rede para festa da torcida azurra. Quatro minutos depois, Nirley deixou o time gaúcho com um atleta a menos ao ser expulso.

Com vantagem no placar e no número de jogadores, o Leão impôs seu ritmo e marcou mais um. Antes, porém, teve um tento mal anulado pela arbitragem. Aos 10, João Paulo soltou a pancada de fora da área, o goleiro Carlos Eduardo deu o rebote e a bola ficou com Iury. Ele rolou para Daniel Amorim mandar para a rede. O árbitro assinalou impedimento no momento do primeiro arremate, mas a posição de Iury era legal.

O lance, porém, não tirou o ânimo do Avaí. Aos 12, André Moritz cobrou falta em direção da pequena área, Daniel Amorim se antecipou à zaga do Brasil-RS e cabeceou. A bola foi no canto direito de Carlos Eduardo: 2 a 0. Foi o quarto gol do atacante em dois jogos na Copa do Brasil, o que faz dele o artilheiro neste momento da competição. Depois disso, coube ao Leão administrar a vantagem e aumentar para sete jogos sem sofrer gols na Ressacada em 2019.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 2 X 0 BRASIL-RS

AVAÍ

Vladimir; Alex Silva (Falcão), Betão, Marquinhos Silva e Iury; Matheus Barbosa, Pedro Castro e André Moritz (Luan Pereira); João Paulo, Getúlio e Daniel Amorim (Caio Paulista). Técnico: Geninho.

BRASIL-RS

Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Leandro Camilo, Nirley e Pará; Leandro Leite, Sousa e Diogo Oliveira (Fabrício); Daniel Cruz (Bruno Paulo), Branquinho e Michel (Heverton). Técnico: Gustavo Papa.

GOLS: Daniel Amorim (A, 2'/2T e 12'/2T).

CARTÕES AMARELOS: Iury e Marquinhos Silva (A). Ricardo Luz, Branquinho, Leandro Leite, Diogo Oliveira, Sousa e Daniel Cruz (B).

CARTÃO VERMELHO: Nirley (B).

ARBITRAGEM: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, auxiliado por Oberto da Silva Santos e Kildenn Tadeu Morais de Lucena.

BORDERÔ: 6.281 torcedores e renda de 114.950,00.

LOCAL: Ressacada, em Florianópolis.

Deixe seu comentário:

publicidade