publicidade

Esportes
Navegue por

Futebol 

De olho no G-4, Brusque recebe a invicta e vice-líder Chapecoense 

Verdão vai poupar os titulares de olho na Copa do Brasil no meio de semana

09/02/2019 - 07h25 - Atualizada em: 09/02/2019 - 07h24

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Equipes lutam pela classificação às semifinais
(Foto: )

Entrar no G-4, esse é o objetivo do Brusque neste sábado. Às 19h, o time do Vale do Itajaí recebe a Chapecoense no Estádio Augusto Bauer. Invicta há três rodadas, a equipe brusquense ocupa a quinta posição, com nove pontos, e pode “dormir” entre os quatro melhores colocados em caso de triunfo. O time do Oeste, por sua vez, ainda está invicto na competição e ocupa a vice-liderança, com 14 pontos.

O técnico Marcelo Caranhato, que assumiu a equipe há três rodadas, reconhece a importância do jogo e afirma que os erros podem ser fatais.

– Vai ser um jogo de muitos detalhes, de muita atenção por parte de todos. Nós sabemos da capacidade do adversário e por isso, não podemos cometer erros. Temos a possibilidade de entrar no G-4, então manter o foco e a atenção é primordial – ressalta o treinador.

A equipe deve ter pelo menos duas mudanças. No gol, o experiente Paulo Sérgio ocupa a vaga que era de Zé Carlos, que que fraturou o braço na partida contra o Tubarão e ficará afastado dos gramados pelos próximos meses. No ataque, Hélio Paraíba volta de suspensão e assume o comando do ataque.

A Chapecoense vai usar um time reserva. Mas isso não quer dizer que o time do Oeste está deixando de lado o Campeonato Catarinense. O técnico Claudinei Oliveira leva um time mais descansado, já que os titulares chegaram quarta-feira do Chile, onde empataram com o Unión La Calera, na terça-feira, pela Copa Sul-Americana. O elenco principal vai descansar pensando no jogo de quarta-feira, pela Copa do Brasil, contra o São José-RS.

O treinador Claudinei Oliveira disse que apesar do rodízio sabe que vai ser cobrado por resultado e acredita que a formação deste sábado também é forte, pois teve um empate sem gols contra o Metropolitano e venceu Joinville e Hercílio Luz.

– É sempre difícil jogar contra o Brusque no seu estádio, até pelo tipo de grama que deixa a bola mais viva, respeitamos o Brusque, mas a equipe que vai estar em campo tem condições de vencer. Senão, não escalaria – destacou Oliveira.

O técnico da Chapecoense afirmou que além de evitar desgaste dos jogadores nesse início de temporada, ainda está podendo avaliar o grupo, como o volante Tharlis e o zagueiro Hiago, que jogaram na base. Ele também pretende utilizar durante a partida o lateral Vinícius Freitas, que está voltando de lesão.

FICHA TÉCNICA

BRUSQUE X CHAPECOENSE

BRUSQUE

Paulo Sérgio; Edilson, Douglas Silva, Neguetti (Ianson) e Airton; Ruan, Zé Mateus, Clebinho e Weverton (Maranhão); Hélio Paraíba e Jefferson Renan. Técnico: Marcelo Caranhato.

CHAPECOENSE

Ivan; Marcos Vinícius, Joílson, Hiago e Roberto; Tharlis, Orzusa e Yann Rolim; Lourency, Alan Ruschel e Everaldo. Técnico: Claudinei Oliveira.

ARBITRAGEM: Ramon Abatti Abel, auxiliado por Kléber Lúcio Gil e Alexandre de Medeiros Lodetti.

DATA E HORÁRIO: às 19h de sábado.

LOCAL: Augusto Bauer, em Brusque.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação