nsc
an

Inclusão

Dia do Esporte e Lazer Adaptado movimenta pacientes em Joinville 

O evento faz parte do calendário anual da Secretaria da Saúde e ocorre em virtude do Dia da Atividade Física, celebrado no dia 6 de abril

30/04/2019 - 14h41 - Atualizada em: 30/04/2019 - 16h02

Compartilhe

Redação
Por Redação AN
(Foto: )

— Pra mim é uma felicidade lembrar o que eu passei e ver essas crianças também tendo este contato. Hoje eu sei que limitações são o que colocamos em nossa mente — este é o relato do atleta Mychael Teixeira Silva, que almeja ser um campeão mundial paralímpico.

Mychael foi reabilitado pelo Serviço Especializado em Reabilitação (SER), da Secretaria da Saúde e, atualmente, atua no esporte paralímpico nacional. O atleta foi um dos participantes do II Dia do Esporte e Lazer Adaptado (II Dela), realizado nesta terça-feira (30).

Basquete sobre cadeira de rodas, vôlei, bocha e atletismo, além de jogos de mesa e brincadeiras, divertiram e movimentaram os participantes. No período vespertino, pacientes adultos participam das atividades, das 14h às 17h.

Para a coordenadora do SER, Cleide Hoffmann, o evento mostra para os pacientes as suas possibilidades, que podem ter práticas que são comuns às demais pessoas.

— Mais do que falar, precisamos mostrar como é importante a prática do esporte — destaca Cleide, que também frisou a importância de os participantes terem seus objetivos próprios e desenvolverem a sua autonomia.

— Precisamos coloca-los como protagonistas da sua própria história — completa.

A coordenadora do Cepe e técnica paradesportiva da Sesporte, Ana Maria Teixeira, comemorou a parceria entre o Cepe e o SER. Segundo Ana, o II Dela é também um incentivo à qualidade de vida e ao conhecimento das possibilidades que cada paciente do SER tem em sua trajetória.

— Um exemplo é o Mychael, que precisou passar pela reabilitação e conhecer a possibilidade de ser um atleta — comenta Ana. Mychael tem paralisia cerebral, o que comprometeu seus movimentos no lado esquerdo do corpo. Após a reabilitação, o atleta paralímpico de apenas 15 anos se destacou no atletismo e hoje disputa campeonatos pela Seleção Catarinense Escolar Paralímpica.

— Muitas vezes a família pensa que quem tem alguma deficiência não poderá fazer as atividades como todos. É necessário que entendam que precisamos adaptar as situações para que seja possível a eles — explica Ana.

O II Dela acontece na sede do SER, na avenida Alvino Hansen, número 1118, no bairro Adhemar Garcia, com o objetivo de promover a saúde, a prevenção de doenças e selecionar atletas em potencial.

A programação é realizada com o acompanhamento dos educadores físicos do Cepe e dos servidores do SER. O evento faz parte do calendário anual da Secretaria da Saúde e ocorre em virtude do Dia da Atividade Física, celebrado no dia 6 de abril.

Colunistas