nsc
dc

Rebaixamento

Diretor da Chape fala em reconstruir e estabilizar o clube 

Mano Dal Piva disse que Série B não é "fim do mundo" e fala em volta às origens

28/11/2019 - 06h35

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Mano Dal Piva, novo vice de futebol da Chapecoense
Mano Dal Piva disse que prioridade é estabilizar o clube
(Foto: )

O novo vice-presidente de futebol da Chapecoense, Mano Dal Piva, que assumiu o cargo oficialmente nesta semana com a renúncia de Cleimar Spessato, disse em entrevista para a rádio Supercondá que chorou após a derrota para Botafogo, por 1 a 0, na quarta-feira à noite, que sacramentou o rebaixamento do clube catarinense na Série A do Campeonato Brasileiro.

Ele afirmou que todos da diretoria tem que pedir desculpas ao torcedor e que o momento é voltar ás origens e reconstruir o clube.

- Temos que abrir mais o clube para o torcedor. A antiga direção (do ex-presidente Sandro Pallaoro), nos deixou uma lição, um legado. Temos que nos abraçar e colocar o clube no lugar que ele merece. Primeiro temos que estabilizar o clube, o time e executar um planejamento – afirmou Dal Piva.

Questionado se Marquinhos Santos iria cumprir o contrato e sobre as notícias do acerto com Hemerson Maria, o diretor apenas falou que Marquinhos Santos deve continuar nas últimas três rodadas da competição.

Ele afirmou que é o momento de reavaliar o que foi feito, disse que jogadores serão liberados e negociados, mas que o importante é o clube voltar às origens.

- Série B não é o fim do mundo – finalizou.

O grupo se reapresenta nesta quinta-feira, pois ainda tem três jogos, sendo o próximo no domingo, contra o Santos. O técnico Marquinhos Santos pode preservar atletas mais desgastados e fazer testes já pensando em 2020.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Esportes

Colunistas