nsc

publicidade

Gabriel Nunes

Diversidade nas discussões e muita interatividade: Festivais de criatividade chegam a Santa Catarina 

 No Brasil, muitos festivais de criatividade começaram a surgir nos últimos 5 anos, como o caso do Festival Path, que eu pude participar neste ano

18/10/2019 - 17h20 - Atualizada em: 25/10/2019 - 07h29

Compartilhe

Por Tech SC
Festivais de criatividade
(Foto: )

1
(Foto: )

Economia criativa, futurismo, branding, transformação digital, blockchain, tecnologia, storytelling e trabalho remoto são termos que com certeza você já ouviu falar. Todos eles (e muitos outros) são assuntos que se encaixam em um festival de criatividade e inovação.

E o que eles tem em comum? São múltiplos e tem como objetivo conectar e inspirar a comunidade criativa. Pois, afinal, criatividade não é algo que vem da noite pro dia né? Precisamos de muita diversidade de conhecimento e estar em constante aprendizagem.

E quando você pensa em festival de criatividade e inovação o que vem na cabeça? SXSW, óbvio. O evento acontece há mais de 30 anos em Austin, no Texas, e dizem as más línguas que você só consegue aproveitar 5% do evento, já que tem muita coisa pra fazer: música, filmes, palestras e muita interatividade e ativações de marcas.

No Brasil, muitos festivais de criatividade começaram a surgir nos últimos 5 anos, como o caso do Festival Path, que eu pude participar neste ano. O evento aconteceu em vários locais espalhados pela Avenida Paulista, em São Paulo. Lá eu pude ouvir palestras de inovação em startups, a história da Veronica Oliveira da Faxina Boa, rodas de conversa sobre negócios e marcas além de caminhar bastante e aproveitar bem a cidade.

Acredito que esse também é um diferencial de um festival raiz, o fato de fazer você precisar mudar de local pra chegar nas palestras. O SXSW abraça a cidade e durante os dias do festival em todo lugar que você for encontra coisa pra fazer. Como é o caso do Hack Town, que acontece em Santa Rita do Sapucaí, uma cidade com pouco mais de 36 mil habitantes e que tem um aumento de 15% em sua população na época do evento. Imagine uma cidade pequena e tranquila no sul de minas invadida por mais de 600 palestras e outras atividades interativas? Pois é, coisa de louco.

E Santa Catarina não fica para trás não. Há algum tempo já acontece aqui o Festival SGB, que é focado em impacto social e leva diversas pessoas para Floripa, onde também aconteceu este ano o Floripa Conecta, uma iniciativa que conectou diversos outros eventos na cidade em um único nome. Já em Joinville, pela primeira vez acontece o Sh*ft Festival, que bebeu muita inspiração de todos estes festivais que citei aqui e que já no primeiro ano está trazendo um conteúdo muito rico e muitas pessoas legais para trocarem ideia.

*Gabriel Nunes pesquisa e estuda sobre tendências para marcas e pessoas e é fundador da Teken.

Deixe seu comentário:

publicidade