nsc

publicidade

Fiscalização

Dnit prevê a instalação de 202 radares em rodovias federais de Santa Catarina

Mapeamento tem como base estudo realizado em 2016. Estado é o que conta com mais novos radares em todo o país

31/07/2019 - 18h47 - Atualizada em: 31/07/2019 - 19h58

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
rodovia BR-282
BR-282 é a rodovia que mais vai receber novos radares: serão 80
(Foto: )

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e o Ministério Público Federal fecharam um acordo para instalar aproximadamente 1.140 radares de fiscalização de velocidade em trechos críticos de rodovias federais - e Santa Catarina será o estado com mais pontos, totalizando 202.

A previsão é de que os equipamentos sejam instalados dentro de um prazo de 60 dias. No Estado, a rodovia com mais pontos previstos é a BR-282 - que atravessa o Estado a partir da saída da Ponte Colombo Salles, em Florianópolis, até a extremidade oeste - com a previsão de instalação de 80 equipamentos.

De acordo com o Dnit, os pontos indicados para instalação foram definidos após estudos realizados em 2016 que apontaram faixas de tráfego com criticidade "média", "alta" e "muito alta". Na rodovia BR-282, 36 faixas foram consideradas de criticidade "muito alta".

Porém, ainda de acordo com a assessoria do Dnit, é possível que haja alteração quanto ao número de radares e de trechos, "pois será realizado novo estudo para redimensionar a quantidade de radares, priorizando os pontos efetivamente necessários e considerando o caráter educativo dos equipamentos".

Na BR-101, a previsão indica a instalação de 57 novos radares, a partir do trecho de Paulo Lopes, na Grande Florianópolis. Na rodovia, 41 pontos foram classificados como de criticidade "muito alta".

As outras rodovias que vão receber radares em Santa Catarina são a BR-470, com 35 equipamentos, a BR-280 (16), a BR-163 (7), a BR-153 (6) e a BR-158 (1).

Os novos radares serão instalados em faixas em rodovias federais que não são concedidas à iniciativa privada, não incluindo rodovias estaduais, municipais ou federais administradas por empresas contratadas.

Acordo contraria decisão do governo federal

O acordo judicial foi homologado na última segunda-feira (29) pela Justiça Federal, após uma ação do Ministério Público Federal contra a decisão do governo de suspender a instalação dos equipamentos de fiscalização em estradas federais. A suspensão partiu de uma ordem do presidente Jair Bolsonaro.

Conforme o acordo judicial, homologado pela juíza Diana Wanderlei, da 5ª Vara Federal em Brasília,o Dnit terá um prazo de 60 dias para instalar os cerca de 1.140 radares. Depois disso, também terá que realizar um estudo para analisar a necessidade de mais equipamentos em outros trechos das rodovias federais.

— Os radares são um dos principais instrumentos de controle de velocidade a salvar vidas, diante da grande imprudência de muitos motoristas no Brasil, e da falta de respeito às velocidades impostas — reforçou a juíza Diana Wanderlei em sua sentença.

O Dnit informou à Justiça que hoje existem apenas 280 radares em funcionamento e que possui dinheiro para cumprir a instalação acordada.

Previsão de novos radares nas rodovias de SC

BR-282 - 80

BR-101 - 57

BR-470 - 35

BR-280 - 16

BR-163 - 7

BR-153 - 6

BR-158 - 1

Leia as últimas notícias no NSC Total

Ainda não é assinante? Faça sua assinatura do NSC Total para ter acesso ilimitado do portal, ler as edições digitais dos jornais e aproveitar os descontos do Clube NSC.

Deixe seu comentário:

publicidade