publicidade

Carregamentos

Dois navios do Irã sob sanção dos EUA estão no Porto de Imbituba, no Sul de SC

Embarcações trazem ureia e carregam milho na viagem de volta 

22/07/2019 - 16h22 - Atualizada em: 22/07/2019 - 17h19

Compartilhe

Lariane
Por Lariane Cagnini
Bavand carregou 48 mil toneladas de milho em Imbituba e está no Porto de Paranaguá, sem combustível
(Foto: )

Dois navios de bandeira iraniana que estão fundeados no Porto de Imbituba, Sul de Santa Catarina, aguardam para atracar. Essa espera está dentro do cronograma e não tem relação com as sanções dos Estados Unidos (EUA) a embarcações do Irã, segundo a empresaque administra o porto catarinense, a SCPar. Eles transportam ureia para o Brasil e levam milho para exportação.

O navio Delruba, que chegou em julho, já descarregou o fertilizante, voltou ao mar para limpar os porões e aguarda o cronograma para embarcar 67 mil toneladas de milho. O Ganj, que chegou dia 25 de junho, espera para descarregar 66 mil toneladas de ureia na próxima segunda-feira (29).

Segundo a assessoria de imprensa do Porto de Imbituba, no ano passado foram movimentadas 33,5 mil toneladas de ureia no total. Em 2019, até junho, já foram 175,5 mil toneladas, um crescimento de mais de 400%. A autoridade portuária trabalha dentro da normalidade e não foi informada de nenhuma restrição para receber esses navios.

As sanções foram anunciadas no final do ano passado e várias entidades entraram na lista da Agência de Controles de Ativos Estrangeiros dos EUA. Quem fizer negócios com pessoas ou empresas citadas na lista pode ser alvo de multas e sanções. Dessa maneira, a Petrobras se recusa a fornecer combustível para os navios do Irã.

Como não há serviço de abastecimento no Porto de Imbituba, os navios seguirão o cronograma normal e deixarão o Estado. A empresa de agenciamento marítimo que fornece comida à tripulação e intermedeia o abastecimento da embarcação não quis se pronunciar sobre o assunto.

Um terceiro navio, o Bavand, passou recentemente por Imbituba e está parado no Porto de Paranaguá, no Paraná. Ele está carregado com 48 mil toneladas de milho e sem combustível para seguir viagem até o Irã.

Outra embarcação de bandeira iraniana, o Termeh, aguarda abastecimento e deveria chegar a Imbituba ainda nesta semana. O cronograma para embarcar 66 mil toneladas de milho está marcado para dia 18 de agosto.

Leia as últimas notícias no NSC Total

Deixe seu comentário:

publicidade