nsc

publicidade

Crime ambiental

Dupla é condenada a cinco anos de prisão por matar cachorro, no Norte de SC

Eles receberam pena por porte e disparo ilegal de arma e também por crime ambiental

04/04/2019 - 21h48

Compartilhe

Redação
Por Redação AN

O Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) decidiu manter a condenação de dois homens pela morte de um cachorro, em Garuva, no Norte de Santa Catarina. A dupla recebeu pena de cinco anos, quatro meses e 15 dias. A decisão foi divulgada nesta quinta-feira (4). Ainda cabe recurso.

O caso aconteceu em 2015. Na ocasião, a dupla arrumou uma briga em uma festa e saiu do local para buscar uma arma. Na volta, desistiram de retornar à festa e começaram a andar pelas ruas com uma espingarda em punho. Em determinado momento, um dos homens atirou contra o cachorro, que estava dentro de um quintal.

O dono viu parte da ação e chamou a polícia. Enquanto ele descrevia as características dos homens aos policiais, a dupla efetuou mais um disparo nas proximidades, o que chamou a atenção dos agentes, que conseguiram prendê-los em flagrante.

Durante o processo, os homens tentaram alegar que estavam embriagados e que atiraram no cachorro com medo de serem mordidos. O animal foi morto com um tiro na cabeça. Eles também disseram que não tinham a intenção de matar o bicho, mas isso não convenceu o juiz em primeira instância, nem os desembargadores que analisaram o caso.

A dupla foi condenada pelos crimes de disparo e porte ilegal de arma de fogo e também por crime ambiental. Como a decisão já é de segunda instância, o TJ-SC determinou ainda a prisão dos dois acusados, que deverão começar a cumprir as respectivas penas em regime semiaberto.

Deixe seu comentário:

publicidade