publicidade

Avaí

Elogiado contra o Cruzeiro, Caio Paulista deixa nas mãos de Valentim possível titularidade

Atacante entrou no segundo tempo no domingo e espera por oportunidade

14/08/2019 - 17h00 - Atualizada em: 14/08/2019 - 17h26

Compartilhe

Janniter
Por Janniter de Cordes
Atacante agradou o técnico do Leão da Ilha
Atacante agradou o técnico do Leão da Ilha
(Foto: )

No empate do Avaí com o Cruzeiro no último domingo em 2 a 2, o atacante Caio Paulista entrou no segundo tempo da partida e deu uma cara no ao time e pela apresentação fica claro que ele está pedindo passagem para retornar a equipe titular. Na entrevista desta quarta-feira, o atleta citou que está pronto e que agora a decisão está nas mãos de Alberto Valentim em definir por ele para começar o confronto contra a Chapecoense.

Após a partida de domingo, Caio Paulista foi elogiado pelo treinador do Leão, que também viu que o time ganhou cara nova com a entrada dele, mas preferiu manter a cautela sobre uma titularidade na partida contra a Chapecoense.

Em 2019, já foram 17 partidas com a camisa do Leão da Ilha, sendo oito como titular. Na entrevista desta quarta-feira, o jogador fez uma avaliação de seu momento no Avaí. “Venho trabalhando todos os dias, como na época do Geninho mesmo não me utilizando muito, continuei trabalhando até que surgiu a chance e pude aproveitar. Agora não é diferente, o Alberto chegou, tem as ideias dele, e continuei trabalhando firme, pude fazer uma boa partida. Agora fica a critério dele”, disse o atacante.

Para o confronto contra a Chapecoense, a chance é boa de iniciar, principalmente se Lourenço não conseguir a sua liberação do departamento médico. Se ganhar a condição de jogo, Caio pode iniciar o jogo no lugar de Bruno Sávio.

Nas outras posições, Iury pode ficar com a vaga de Leo, suspenso pelo cartão vermelho. Na lateral-esquerda, Igor Fernandes, que cumpriu suspensão contra o Cruzeiro, pode voltar, mas se Paulinho se recuperar de um trauma no tornozelo, pode permanecer no time.

Deixe seu comentário:

publicidade