nsc
    nsc

    Feito em casa

    Em ano com menos recursos, Figueirense aproveita jogadores da base

    João Pedro é mais um que engorda a estatística de jogadores feitos em casa que são aproveitados dentro do elenco profissional alvinegro

    08/03/2017 - 03h21

    Compartilhe

    Por Redação NSC
    (Foto: )

    Desde a saída de Fernandes, em 2012, o Figueirense procura por um camisa 10 que satisfaça o clube e, principalmente, a torcida. A partir da chegada do técnico Márcio Goiano, ao que parece, o time agora tem um candidato e formado dentro do próprio Furacão. João Pedro é o nome da fera.

    Ele é mais um que engorda a estatística de jogadores feitos em casa que são aproveitados dentro do elenco profissional do Figueirense. Entre os que jogaram ou foram relacionados em 2017, 12 iniciaram a carreira dentro do Furacão. Um número alto e que mostra a importância de se investir na base.

    E o próprio João Pedro, de 20 anos, já sabe o quanto vale ter atletas feitos em casa, além de fazer uma análises dos seus primeiros jogos como camisa 10.

    — Creio que estou amadurecendo bastante, as coisas estão acontecendo naturalmente. Estou indo para o quarto mês de profissional, é tudo muito rápido, é estranho, mas estou me adaptando. Todos no clube dão respaldo, a comissão, jogadores, agora é jogar com alegria e fazer o que sei de melhor. A categoria de base do Figueirense é uma mina de ouro, vejo jogadores com um futuro brilhante. É um momento maravilhoso para mim e tenho que me doar sempre, procurar evoluir. É gratificante estar aqui — disse o atleta.

    E ontem, por sinal, também foi a primeira entrevista coletiva da história do jogador, que não conseguiu esconder a tensão de estar diante de jornalistas queridos, mas sedentos por uma declaração do jogador.

    — Acho que fiquei mais nervoso na primeira coletiva. Meu negócio é jogar bola mesmo, estar dentro de campo, não sou muito de falar, sou uma pessoa mais tímida. Fiquei nervoso, sim — afirmou.

    Jogadores feitos em casa

    Quem jogou: Bruno Alves, Henrique Trevisan, Guilherme Morassi, Dudu, Yago, João Pedro, Ermel, Matheusinho e Índio

    Relacionados: Pereira (zagueiro), Patrick (volante) e Igor Paim (meia)

    - Eu quero poder usufruir dessa camisa da melhor forma possível, dar meu máximo, seguir bons exemplos que o clube teve, como o Firmino, Filipe Luís, Felipe Santana, André Santos - disse João Pedro.

    Saiba mais:

    Figueirense fica no 0 a 0 com o Paraná, mas segue com chance de classificação

    "Fomos superiores, mas precisamos de gol", avalia volante do Figueirense

    Acesse a tabela do Catarinense

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas